O wrestling nacional estreia nesta terça-feira (5/6) nos Jogos Sul-americanos de Cochambamba 2018, às 11h, horário de Brasília. O torneio concede ao campeão de cada categoria uma vaga nos Jogos Pan-americanos de Lima 2019, caso o país ainda não esteja classificado. A equipe nacional conta com nove lutadores e três deles lutam no primeiro dia da modalidade nos Jogos. Joílson Júnior até 67kg (já classificado para os Jogos de Lima 2019), Davi Albino até 97kg e Angelo Moreira até 77kg. O primeiro adversário dos lutadores nacionais e internacionais eé um rival conhecido, a altitude da cidade boliviana de 2.570m acima do nível do mar.

“Na minha categoria de peso digo que tenho oito adversários, sete atletas e a altitude. Mas se quisermos representar nosso país nos Jogos Pan-americanos de Lima temos que passar por cima disso. Estive perto da vaga no Pan-americano e espero conseguir em Cochabamba”, afirmou Angelo Moreira,bronze no Pan 2018.

Na quarta-feira (6/6), as atletas do wrestling feminino entram em ação. Giullia Penalber até57kg; Lais Nunes até 62kg; Dailane Reis até 68kg e Aline Silva até 76kg. Em 2018, Giullia Penalber conquistou a medalha de ouro no Torneio Internacional Bill Farrell e busca repetir o primeiro lugar em uma das categorias mais equilibradas do mundo. Na categoria da brasileira, Cuba e México estão classificados, mas como não disputam os Jogos Sul-americanos apenas a medalha de ouro garante Giullia nos Jogos Pan-americanos de Lima 2019.

“A primeira luta é sempre um pouco mais complicada, pois junta a ansiedade e nesse caso as dificuldades do ar rarefeito. A medalha de ouro no Bill Farrell foi muito importante e especial para minha carreira. Ainda pude fazer análises e corrigir detalhes para chegar em melhor forma nos Jogos Sul-americanos. Estou confiante na conquista da vaga”, explicou Giullia, uma das cinco atletas do wrestling feminino que lutaram em Toronto 2015.

Na quinta-feira (7/6), último dia do torneio dedicado ao estilo livre,Thales Reis até 74kg e Pedro Rocha até 86kg buscam a classificação. Os treinadores Pedro Miguel Garcia e Angel Torres Aldama completam a delegação.

Giullia Penalber malha azul

 

Confira a programação do wrestling nos Jogos Sul-americanos 2018.

Estilo greco-romano – Dia 5/6
Eliminatórias às 11h e finais às 18h, horário de Brasília.

Joílson Júnior até 67kg – já classificado para os Jogos de Lima 2019
Angelo Moreira até 77kg – garante vaga com a medalha de ouro ou com a medalha de prata, caso a Venezuela conquiste o ouro.
Davi Albino até 97kg – garante vaga com a medalha de ouro ou com a prata caso a Venezuela fique com a medalha de ouro

Wrestling feminino – Dia 6/6
Eliminatórias às 11h e finais às 18h, horário de Brasília.

Giullia Penalber até 57kg – apenas o ouro dá a vaga para os Jogos Pan-americanos
Lais Nunes até 62kg – já classificada para os Jogos Pan-americanos
Dailane Reis até 68kg – além da medalha de ouro,garante a classificação com a medalha de prata caso a Venezuela fique com a medalha de ouro.
Aline Silva até 76kg – além da medalha de ouro garante vaga com a medalha de prata, desde que a Colômbia conquiste a medalha de ouro.

Estilo livre – 7/6
Eliminatórias às 11h e finais às 18h, horário de Brasília.

Thales Reis até 74kg – além da medalha de ouro, garante vaga caso conquiste a medalha de prata e a Colômbia conquiste a medalha de ouro
Pedro Rocha até 86kg – além da medalha de ouro, garante vaga caso conquiste a medalha de prata e o Peru a medalha de ouro.

 

Foto em destaque: Angelo Moreira malha verde com detalhes em azul / Divulgação