William Waack é demitido da Globo após atitude racista

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O apresentador William Waack foi demitido da TV Globo nesta sexta-feira. Ele já estava afastado da emissora desde o dia 8 de novembro, quando um vídeo circulou na Internet mostrando uma atitude racista do apresentador. Minutos antes de entrar no ar durante a cobertura das eleições americanas do ano passado, uma pessoa passa de carro na rua e buzina. Waack então grita: “tá buzinando por que, seu merda do cacete? Não vou nem falar, porque eu sei quem é… é preto. É coisa de preto”.

No comunicado emitido nesta sexta, a Globo afirmou que o apresentador reiterou que “nem ali nem em nenhum outro momento de sua vida teve o objetivo de protagonizar ofensas raciais”. A emissora informou que Waack “repudia de forma absoluta o racismo, nunca compactuou com esse sentimento abjeto e sempre lutou por uma sociedade inclusiva e que respeite as diferenças” e pediu desculpas pelo ocorrido.

“A TV Globo e o jornalista decidiram que o melhor caminho a seguir é o encerramento consensual do contrato de prestação de serviços que mantinham. ​A TV Globo reafirma seu repúdio ao racismo em todas as suas formas e manifestações. E reitera a excelência profissional de Waack e a imensa contribuição dele ao jornalismo da TV Globo e ao brasileiro. E a ele agradece os anos de colaboração”, diz a nota assinada pelo diretor de jornalismo, Ali Kamel.

Fonte: Léo Dias

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

1 comentário
  1. Luiz loyola Diz

    Eu sempre acho q a vida pessoal de um trabalhador é do trabalhador enquanto não trás para junto do trabalho ou da empresa. Por isto eu não concordo com as atitudes da Globo quando tomam certas medidas com um trabalhador por causa de atitudes pessoais fora da empresa e principalmente quando não é praticado dentro da empresa. Por isto eu simplesmente repudio o ato da empresa contra o trabalhador em questão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.