Visitantes tentam burlar a vigilância em presídios de São Paulo na véspera do Natal

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) registrou, no fim de semana de véspera do Natal, várias tentativas de visitantes de presos de burlar a vigilância e entrar em presídios da região com diversos ilícitos. Usando a “criatividade”, visitante tentaram passar os ilícitos das mais diferentes formas, sendo utilizados principalmente alimentos como bolo de chocolate e massas, mas sem esquecer de outros locais inusitados, como costurado na calça, em meias e até na alça da sacola de alimentação.

Em todos os casos, os visitantes foram levados para os distritos policiais locais e suspensos do rol de visitas. Os presos que receberiam os ilícitos foram isolados e responderão a Procedimento Apuratório Disciplinar.

Capital paulista – Vila Independência e Chácara Belém

Centro de Detenção Provisória (CDP) de Vila Independência
Foram duas ocorrências de apreensão, ambas no sábado, 23: por volta das 11h, foram localizados dentro de um recipiente contendo bolo de chocolate, 42 invólucros plásticos contendo em seu interior substancia que posteriormente através de exame toxicológico restou comprovado se tratar de maconha com peso líquido de 27g. O bolo foi trazido por companheira de detento da unidade.

Pouco depois, às 11h15, em outro bolo de chocolate trazido por outra companheira de outro preso, foram localizados mais 37 invólucros plásticos contendo em seu interior substancia que posteriormente através de exame toxicológico restou comprovado se tratar de maconha com peso liquido 13,5g.

CDP I de Chácara Belém
No último sábado, 23, companheira de preso do Centro de Detenção Provisória I de Chácara Belém foi surpreendida ao passar pelo scanner corporal tentando entrar com um invólucro contendo cocaína introduzida em sua genitália. No mesmo dia, outra companheira de outro preso também foi flagrada ao passar pelo scanner corporal da unidade com um invólucro introduzido em sua genitália contendo cocaína e maconha, além de folhas de seda.

CDP II de Guarulhos
Já no domingo, 24, por volta das 13h, ao realizar revista na alimentação trazida pela mãe de um preso do CDP II de Guarulhos, um agente encontrou escondido escondido dentro de bolo cinco porções de cocaína e misturado à macarronada nove porções de maconha.

No mesmo dia, ao realizar revista na alimentação trazida por irmão de detento da unidade, foram encontradas escondidas pequenas porções de maconha.

Penitenciária I “Vereador Frederico Geometti” de Lavínia
Ao revistarem os alimentos que companheira de sentenciado da Penitenciária I “Vereador Frederico Geometti” de Lavínia trazia no sábado, 23, agentes encontraram dentro de uma vasilha com lasanha, quatro porções de maconha.

Centro de Detenção Provisória de São José dos Campos
No CDP de São José dos Campos, por volta das 8h da manhã, agentes encontraram 10 pequenos invólucros contendo maconha, escondidos em meio à massa de pedaços de bolo de chocolate trazidos por uma visitante, mãe de detento da unidade, no dia 24.

CDP de São Vicente
A Secretaria da administração Penitenciária informa que, no último domingo, 24, véspera de Natal, agentes do Centro de Detenção Provisória “Luis César Lacerda” de São Vicente encontraram 24 porções de maconha, ocultas dentro da alimentação pronta trazida por companheira de detento da unidade.

CDP “Dr. Calixto Antonio” de São Bernardo do Campo
A mãe de detento do CDP “Dr. Calixto Antonio” de São Bernardo do Campo foi surpreendida tentando entrar na unidade portando maconha e cocaína, as quais estavam escondidas em suas roupas.

CDP de Santo André
Foram duas apreensões, sendo uma no sábado 23, e outra no domingo, 24. No sábado, uma visitante, companheira de detento do CDP de Santo André, foi flagrada pelo scanner corporal com maconha e cocaína camufladas em seu absorvente íntimo. Já no domingo, servidores constataram uma anormalidade na parte inferior dos pés em imagem dos scanner corporal de outra visitante, também companheira de outro detento, onde por meio de revista manual em local apropriado, foi constatado que se tratava de maconha dentro da meia que ela usava.

CDP II “ASP Vanda Rita Brito do Rego” de Osasco
No último sábado, 24, agentes perceberam que a alça da sacola de alimentação trazida por visitante, companheira de detento da unidade, estava alterada, sendo localizado maconha escondida na alça.

Agentes flagram visitante com drogas nos genitais no CDP de Suzano
A Secretaria da administração Penitenciária informa que, no último domingo, 24, véspera de Natal, agentes do Centro de Detenção Provisória de Suzano surpreenderam uma visitante, companheira de preso da unidade, tento entrar na unidade com drogas ocultas nos genitais.

A visitante despertou suspeitas ao passar pelo scanner corporal da unidade, que indicou alguma coisa suspeita no local, o que foi confirmada no pronto Socorro da cidade por exame de raio-x. Ela acabou retirando um invólucro de 120,6 g que, aberto, revelou ter maconha e cocaína.

A mulher foi encaminhada ao Distrito Policial Central e suspensa do rol de visitas. O preso que receberia os ilícitos foi isolado e responderá a Procedimento Apuratório Disciplinar.

Penitenciária de Andradina
Agentes encontraram na véspera de Natal, 24, maconha escondida na calça de irmã de preso da Penitenciária de Andradina. Ao ser submetida a revista pelo “Body Scanner”, foi observado que havia um objeto estranho na perna direita da visitante. Após revista pessoal foi encontrado um invólucro maconha e pedras de crak, conforme imagens anexas.

Penitenciária I “AEVP Jair Guimarães de Lima” de Potim
No dia 24, na Penitenciária I “AEVP Jair Guimarães de Lima” de Potim por volta das 9h40, companheira de sentenciado foi flagrada com 180 gramas de maconha escondidos embaixo dos seios.

Penitenciária de Junqueirópolis
Companheira de sentenciado da unidade foi submetida ao scanner corporal na Penitenciária de Junqueirópolis no dia 24, quando os agentes perceberam algo suspeito nas imagens na região dos genitais. Questionada, a visitante confirmou que trazia algo ilícito e retirou, em local reservado, um invólucro contendo um aparelho celular, um chip, um cabo USB e um cabo para fone de ouvido.

Penitenciária de Lucélia
No sábado, 23, companheira de reeducando da Penitenciária de Lucélia foi flagrada pelo scanner corporal da unidade com algo oculto na genitália. Após ser expelido, o invólucro aberto revelou conter cocaína.

Penitenciária “Tacyan Menezes de Lucena” de Martinópolis
Ao ser submetida aos procedimentos de revista, companheira de sentenciado foi surpreendida tentando entrar na Penitenciária “Tacyan Menezes de Lucena” de Martinópolis com cigarros contendo maconha no último sábado, 23.

Penitenciária “Ozias Lúcio dos Santos” de Pacaembu
Foram duas apreensões no fim de semana de 23 e 24 na Penitenciária “Ozias Lúcio dos Santos” de Pacaembu: no sábado, 23, companheira de sentenciado da unidade foi flagrada pelo body scanner da unidade tentando entrar na unidade com um invólucro envolto em fita isolante, contendo em seu interior uma porção de maconha e uma porção de cocaína. Os ilícitos estavam introduzidos em sua genitália. Já no domingo, 24, outra companheira de preso da unidade também foi surpreendida pelo scanner corporal tentando entrar com um invólucro envolto com fita isolante, contendo em seu interior uma porção de massa epóxi. O material apreendido estava introduzido em sua genitália.

Penitenciária “Silvio Yoshihiko Hinohara” de Presidente Bernardes
Na Penitenciária “Silvio Yoshihiko Hinohara” de Presidente Bernardes, foram três apreensões, sendo duas no sábado, 23, e uma no domingo, 24. No dia 23, por volta das 9h, uma visitante do sexo feminino, com 29 anos, foi surpreendida tentando entrar com material ilícito (supostamente tempero), na Penitenciária “Silvio Yoshihiko Hinohara” de Presidente Bernardes.

Durante o procedimento de revista, através do scanner corporal, foi detectada a presença do mencionado ilícito em seu órgão genital. Em seguida, ao ser convidada a se submeter a exame de Raio-X no Hospital municipal, de pronto, a mesma concordou em retirar a substância que estava em sua genitália, entregando-a às funcionárias presentes no local.

Posteriormente, por volta das 10h15 da mesma data, outra visitante, com 30 anos, também foi surpreendida pelo scanner corporal com algo anormal em sua genitália, ocasião em que, ao ser convidada a passar pelo exame de Raio-X nos Hospital municipal, também retirou de seu corpo o ilícito, consistente em um aparelho microcelular, de cor preta.

No dia seguinte, 24/12, por volta das 11h30, outra visitante, de 31 anos, ao passar pelo scanner corporal, foi visualizado na imagem, algo de anormal na altura da cintura. Ao ser questionada sobre o fato, a mesma alegou que não estava portando nada de ilegal, mostrando apenas um absorvente íntimo que carregava consigo. Todavia, ao verificar o absorvente, foi encontrado no mesmo um material aparentando tratar-se de adesivos contendo LSD.

Penitenciária II “Maurício Henrique Guimarães Pereira” de Presidente Venceslau
No sábado, 23, por volta das 11h15, ao ser submetida a revista através do scanner corporal, foi detectado irregularidade na imagem na região genital de esposa de sentenciado da Penitenciária II “Maurício Henrique Guimarães Pereira” de Presidente Venceslau. Indagada se portava algo introduzido em seu corpo, a visitante confirmou que sim e retirou de sua genitália um invólucro, que ao ser aberto, continha em sua interior cocaína.

Penitenciária “João Batista de Santana” de Riolândia
No sábado, 23, por volta de 8h50 , ao passar pelo aparelho de scanner corporal para revista, foi constatado que esposa de sentenciado da Penitenciária “João Batista de Santana” de Riolândia trazia introduzido em seu ânus um invólucro, que ao ser aberto verificou-se que continha maconha.

Penitenciária de Tupi Paulista
Ao inspecionar os pertences da mãe de um sentenciado da Penitenciária de Tupi Paulista, agentes da unidade encontraram um carregador de celular dentro da sacola plástica em meio aos refrigerantes. O fato aconteceu no sábado, 23.

Penitenciária I “Mário Moura Albuquerque” de Franco da Rocha
No domingo, 24, companheira de sentenciado da Penitenciária I “Mário Moura Albuquerque” de Franco da Rocha foi flagrada pelo scanner corporal da unidade com algo estranho em seu ânus. Questionada, a visitante retirou em local reservado um invólucro que aberto continha uma porção de maconha e uma porção de cocaína.

Fonte: Secretaria da Administração Penitenciária (SAP)

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.