Vila Isabel faz pesquisa em campo para o enredo sobre Petrópolis no desfile de 2019

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A visita de uma comissão da escola de samba Vila Isabel à cidade no último fim de semana revelou detalhes do que está por vir na avenida em 2019. No texto base do samba-enredo, apresentado pelo carnavalesco Edson Pereira ao diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Leonardo Randolfo, a escola mostra que vai exaltar a “imponência” de Petrópolis, seguindo a “imperialidade” da própria escola, que leva o nome da Princesa Isabel e tem a coroa como símbolo. A visita, que passou pelos principais atrativos turísticos do município durante o feriadão de Corpus Christ, serviu para buscar in loco as referências da história de Petrópolis.

“Criamos uma interação direta com ações da escola e da prefeitura para que a cidade se reconheça no desfile. O enredo envolve tudo de melhor da cidade, de uma forma poética. O projeto já está na fase de conclusão, mas a visita era o que estava faltando para fecharmos”, destaca o carnavalesco, que esteve na cidade junto com outras quatro pessoas da equipe da Vila Isabel. Ao longo do ano, outras visitas devem acontecer na cidade.

Sentir o clima do município e conhecer pessoalmente parte da nossa história vai servir para finalizar detalhes do que o público vai ver na Sapucaí durante o desfile da escola, que tem como tema: “Em nome do pai, do filho e dos santos, a vila canta a cidade de Pedro”. O Museu Imperial esteve entre os pontos turísticos que mais receberam os olhares atentos do grupo, que tiveram a atenção voltada, principalmente, para as carruagens, as ordens imperiais, o dragão (um dos símbolos do Império), entre outros.

“A visita da escola foi ótima, mostra a preocupação deles com o rigor e a pesquisa para o projeto e a representação da cidade. Na passagem da comissão pelo Museu, mostramos ornamentos, elementos, que vão inspirá-los a produzir o desfile”, frisa o diretor do Museu Imperial, professor Maurício Vicente.

No texto do enredo, que traz um trecho do hino de Petrópolis: “Quem pensa que é feliz em outra terra é porque ainda não viveu aqui”, a escola mostra que pretende resgatar o império da coroa de Vila Isabel, exaltando a história e os corações do “bairro de Noel”, promovendo um encontro com outra coroa, “da Casa Real, destinada a criar uma Cidade Imperial”. O enredo também deverá homenagear os negros e negras que fizeram parte dessa história, que começa com os Pedros – personagens que estão no título do enredo: Dom Pedro I, Dom Pedro II e os dois santos, um que é o padroeiro de Petrópolis e o outro, “cujas águas sempre abençoaram alguns dos desfiles da Vila Isabel”.

 O texto fala da Serra da Estrela; dos primeiros habitantes da cidade; das trilhas para as minas; da casa de veraneio da família real; da Catedral São Pedro de Alcântara; dos imigrantes; do Palácio Quitandinha; e até os avanços que o município conquistou ao longo dos anos, como o Laboratório Nacional de Computação Científica, mostrando o futuro da cidade com a ciência e a tecnologia.

“Temos certeza que a história da cidade será muito bem contada, de uma forma lúdica, através desse samba-enredo da Vila Isabel. A prefeitura vem se colocado à disposição para aproximar cada vez mais a escola da cidade. Essa integração é fundamental. A visita deles foi ótima e conhecer, pessoalmente, um pedacinho da nossa história, da nossa cultura, vai contribuir muito para que eles finalizem o projeto”, frisa Leonardo Randolfo, lembrando que o desfile não terá aporte do dinheiro público do município.

Além do Museu Imperial, a comissão também conheceu o Museu Casa do Colono, onde recebeu informações sobre a história da colonização da cidade; o Palácio Quitandinha, com as histórias de quanto ele funcionou como cassino; a Catedral São Pedro de Alcântara, onde participaram também de uma visita guiada; além de outros pontos de Petrópolis, como a Rua Teresa, a Rua do Imperador, entre outros.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.