Foto: Reprodução Internet

Vendedores ambulantes inibem populares na Paulo Barbosa com “presentes”

Perfumes e gel são oferecidos aos populares, antes da prática abusiva

Um fato cada vez mais comum no Centro Histórico de Petrópolis, são os vendedores ambulantes. Porém, nas últimas semanas, uma série de relatos têm denunciado uma prática abusiva, principalmente, na calçada da Rua Paulo Barbosa, próximo à Rua da Feira. Na ocasião, ambulantes oferecem “presentes” aos populares e em seguida exigem dinheiro.

“Estava andando na calçada, quando um rapaz me parou na rua me chamando de tia, dizendo que me conhecia. Em seguida, me deu um perfume e um gel, dizendo que era presente”, relatou uma mulher, de 60 anos, que preferiu não ter a identidade revelada.

No breve diálogo, de menos de um minutos, os “ambulantes” atacam. “Me pediram um dinheiro em forma de agradecimento. Porém, se eu recebo um presento, não tenho que pagar por ele. Quando abri a carteira, começaram a exigir o dinheiro que tinha nela”.

A mulher informou que neste momento, agentes da Guarda Civil estavam se aproximando, quando os ambulantes começaram a correr. A prática abusiva tem acontecido diariamente no local e já foi alvo de diversos relatos nas redes sociais.

Em nota, a Prefeitura informou que “vem realizando diariamente ações de repressão ao comércio ambulante irregular pelas ruas da cidade”.

A Secretária de Segurança, Serviços e Ordem Pública, por intermédio da Fiscalização de Posturas e da Guarda Municipal vem realizando diariamente ações de repressão ao comércio ambulante irregular pelas ruas da cidade. Com a chegada das festas de fim de ano a fiscalização vem atuando com atenção redobrada nos locais com maior reincidência de ambulantes ilegais. A SSOP informa que as ações são rotineiras e reforça o compromisso de garantir o cumprimento das regras do município, assim como a segurança dos petropolitanos“, disse o Município.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também