O velório do corpo da vereadora Marielle Franco (Psol), morta na noite desta quarta-feira, no Estácio, acontecerá a partir da manhã desta quinta, no salão nobre da Câmara de Vereadores do Rio. A cerimônia será restrita para familiares e amigos da parlamentar. O horário ainda não foi definido devido a uma demora da liberação no Instituto Médico Legal (IML). Na manhã desta quinta-feira, Anielle Franco, fez o reconhecimento da irmã e deixou o local aos prantos.

A mulher de Anderson Pedro Gomes, de 39 anos, motorista que levava Marielle e que também morreu no ataque, também esteve no IML para reconhecer o corpo do marido. Ele substituía um amigo na função de condutor e seu corpo também será velado na Câmara. As duas vítimas deram entrada no instituto pouco depois da meia-noite de hoje. Ainda não há informações sobre o enterro das vítimas.

Marielle foi assassinada a tiros por volta das 21h30 desta quarta, na Rua Joaquim Palhares, no Estácio, a poucos metros da sede da Prefeitura do Rio. Segundo a polícia, um carro emparelhou com o que ela estava, e os ocupantes abriram fogo contra ele, fugindo em seguida. A janela direita no banco do traseiro, onde ela estava, ficou completamente destruída. Policiais da Delegacia de Homicídios (DH) da capital, que está a frente do caso, disseram que os bandidos não levaram nada de nenhum dos ocupantes do veículo. Marielle foi morta com pelo menos cinco tiros na cabeça.