Ao menos oito pessoas morreram e 11 ficaram feridas após o motorista de uma caminhonete atropelar ciclistas percorrendo quarteirões de uma ciclovia de Manhattan na tarde desta terça-feira (31), segundo o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, que classificou o caso como “covarde ato de terror”. O governador de Nova York, Andrew Cuomo, também chamou o ato de terrorismo.

O incidente ocorreu às 15h05 a alguns quarteirões do prédio do World Trade Center, próximo ao rio Hudson. A caminhonete invadiu a ciclovia na West Street, e o motorista dirigiu no sentido sul da ilha atropelando as pessoas.

Ao deixar a ciclovia, o motorista bateu em um outro veículo –um ônibus escolar. Em seguida, desceu do carro com duas armas –posteriormente, a polícia viu que não eram armas verdadeiras, eram uma arma de paintball e uma arma de ar comprimido.

O suspeito, de 29 anos, foi baleado no abdome pela polícia e preso. Autoridades não irão identificar o autor do ataque em um primeiro momento –foi dito apenas que ele está hospitalizado. Mas, segundo a imprensa, o autor do ataque seria  Sayfullo Saipov, de Tampa, na Flórida.

uol