Foto: Reprodução

Vaticano homenageia Diocese de Petrópolis e faz coroação pontifícia de imagem de Nossa Senhora do Amor Divino

A imagem receberá a coroação pontifícia após anúncio feito pelo Papa Francisco. A data para a coroação ainda será marcada.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A coroação pontifícia de Nossa Senhora do Amor Divino, padroeira da Igreja de Corrêas, em Petrópolis, marca os 75 anos da diocese e acontece há exatos 270 anos da inauguração de sua primeira capela, em 1751.

A imagem receberá a coroação pontifícia após anúncio feito pelo Papa Francisco. A data para a coroação ainda será marcada.

A imagem da santa foi 100% restaurada recentemente e foi entregue ao santuário na Páscoa.

Além da Paróquia e Santuário de Corrêas, que tem Nossa Senhora do Amor Divino como padroeira, o Seminário Diocesano também foi dedicado a ela.

O assessor eclesiástico, padre Thomas Andrade Gimenez Dias, explica que a coroação pontifícia foi concedida pelo Papa Francisco no dia 13 de fevereiro deste ano e anunciada para os fiéis no dia 1º de abril, durante uma missa de crisma na Catedral São Pedro de Alcântara, quando o bispo diocesano, Dom Gregório Paixão, abriu as comemorações jubilares pelos 75 anos de criação da diocese da cidade.

No Brasil, segundo o assessor eclesiástico para Liturgia, algumas imagens de Nossa Senhora já receberam essa graça do Sumo Pontífice. “Podemos citar a imagem de Nossa Senhora Aparecida, em 1904; a imagem de Nossa Senhora do Carmo, de Recife, em 1919; a imagem de Nossa Senhora do Pilar, de São João Del Rei, em 1954 e a imagem de Nossa Senhora do Carmo, de Mariana, em 1961. A histórica imagem de Nossa Senhora do Amor Divino, agora também goza desta especial condecoração” disse Padre Thomas Andrade.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.