Vasco perde invencibilidade e fica fora da zona de classificação da Taça Rio

Enquanto o time cruz-maltino sente o gosto da primeira derrota do ano, Flamengo e Botafogo também correm o risco de não se classificarem

Neste domingo (17), o Vasco da Gama enfrentou a Cabofriense no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, no Espirito Santo. Apesar do favoritismo, a equipe cruz-maltina perdeu oportunidades e o time da Região dos Lagos que não tinha nada a ver com isso, conseguiu arrancar um placar de 2 a 0 na partida, com gols de Rincon e Bruno.

Após 13 jogos, Vasco perde a invencibilidade e o técnico Alberto Valentim que já havia sido vaiado no jogo do meio de semana pela Copa do Brasil, contra o Avaí, escutou as vaias novamente. A torcida vascaína ficou irritada com as substituições feitas no confronto da última quinta-feira (14), fato que se repetiu contra a equipe de Cabo Frio.

Apesar de ter criado chances claras de gols, os jogadores vascaínos não conseguiram balançar as redes. O comentarista do Grupo Globo, Júnior disse que o Gigante da Colina poderia jogar 24 horas, que não conseguiria fazer ao menos um gol. Tudo atrapalhou, desde o goleiro até o travessão.

Em contrapartida, o ex-jogador e atualmente treinador da Cabofriense, Valdir Bigode que é bem conhecido na colina histórica, ainda ouviu a torcida vascaína enaltecer seu nome com o intuito de ‘puxar a orelha’ do atual comandante do Vasco.

O Gigante da Colina ainda joga contra o Resende na próxima quarta (20) e o Bangu no sábado (23). Certamente a equipe corre o risco de não se classificar para a semi-final do ‘carioquinha’, mas haja vista o retrospecto do time, é possível reverter a situação e ter saldo positivo nas duas últimas partidas.

Flamengo e Botafogo que estão no Grupo B também ficam fora da zona de classificação até o momento

Após empatar por 0 a 0 com o Volta Redonda, neste sábado (16), o Flamengo viu a própria Cabofriense e ainda, o Bangu chegando na zona de classificação para o mata-mata da Taça Rio. A equipe rubro-negra que perdeu para o Fluminense na semi-final da Taça Guanabara, corre o risco de não se classificar, mesmo tendo um elenco recheado com grandes jogadores.

Pode ter zebra sim – não é impossível – mas os dois últimos jogos da fase de grupos ajudam os grandes clubes do Rio de Janeiro. O time da Gávea enfrenta o Madureira na próxima terça (19) e termina a competição com o clássico contra o Flu, que é primeiro colocado do grupo A com 11 pontos.

Na noite deste domingo, o clássico entre o time das Laranjeiras e o Botafogo também terminou empatado. Ruim para o alvi-negro que pode ficar de fora do mata-mata do estadual mais uma vez, já que não se classificou no 1º turno. Com gol de Paulo Henrique Ganso e assistência do Diego Souza, o clássico terminou em 1 a 1 no Maracanã.

O Botafogo enfrenta a Portuguesa na próxima quinta (21) e o Americano no sábado (23). A equipe precisa ganhar as duas partidas para se classificar. O Fluminense joga contra o Antofagasta-CHI, pela Copa Sul-Americana também na quinta-feira, além de ter outro clássico decisivo no sábado contra o rubro-negro da Gávea.

Se a competição terminasse hoje, os classificados seriam: Fluminense, Volta Redonda, Cabofriense e Bangu, que seriam as zebras da vez. Por outro lado, Americano, Portuguesa-RJ, Boavista e Resende não tem chances de classificação, portanto lutam para não cair até o último minuto do campeonato.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também

Leave a Comment