Vasco perde invencibilidade e fica fora da zona de classificação da Taça Rio

Enquanto o time cruz-maltino sente o gosto da primeira derrota do ano, Flamengo e Botafogo também correm o risco de não se classificarem
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Neste domingo (17), o Vasco da Gama enfrentou a Cabofriense no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, no Espirito Santo. Apesar do favoritismo, a equipe cruz-maltina perdeu oportunidades e o time da Região dos Lagos que não tinha nada a ver com isso, conseguiu arrancar um placar de 2 a 0 na partida, com gols de Rincon e Bruno.

Após 13 jogos, Vasco perde a invencibilidade e o técnico Alberto Valentim que já havia sido vaiado no jogo do meio de semana pela Copa do Brasil, contra o Avaí, escutou as vaias novamente. A torcida vascaína ficou irritada com as substituições feitas no confronto da última quinta-feira (14), fato que se repetiu contra a equipe de Cabo Frio.

Apesar de ter criado chances claras de gols, os jogadores vascaínos não conseguiram balançar as redes. O comentarista do Grupo Globo, Júnior disse que o Gigante da Colina poderia jogar 24 horas, que não conseguiria fazer ao menos um gol. Tudo atrapalhou, desde o goleiro até o travessão.

Em contrapartida, o ex-jogador e atualmente treinador da Cabofriense, Valdir Bigode que é bem conhecido na colina histórica, ainda ouviu a torcida vascaína enaltecer seu nome com o intuito de ‘puxar a orelha’ do atual comandante do Vasco.

O Gigante da Colina ainda joga contra o Resende na próxima quarta (20) e o Bangu no sábado (23). Certamente a equipe corre o risco de não se classificar para a semi-final do ‘carioquinha’, mas haja vista o retrospecto do time, é possível reverter a situação e ter saldo positivo nas duas últimas partidas.

Flamengo e Botafogo que estão no Grupo B também ficam fora da zona de classificação até o momento

Após empatar por 0 a 0 com o Volta Redonda, neste sábado (16), o Flamengo viu a própria Cabofriense e ainda, o Bangu chegando na zona de classificação para o mata-mata da Taça Rio. A equipe rubro-negra que perdeu para o Fluminense na semi-final da Taça Guanabara, corre o risco de não se classificar, mesmo tendo um elenco recheado com grandes jogadores.

Pode ter zebra sim – não é impossível – mas os dois últimos jogos da fase de grupos ajudam os grandes clubes do Rio de Janeiro. O time da Gávea enfrenta o Madureira na próxima terça (19) e termina a competição com o clássico contra o Flu, que é primeiro colocado do grupo A com 11 pontos.

Na noite deste domingo, o clássico entre o time das Laranjeiras e o Botafogo também terminou empatado. Ruim para o alvi-negro que pode ficar de fora do mata-mata do estadual mais uma vez, já que não se classificou no 1º turno. Com gol de Paulo Henrique Ganso e assistência do Diego Souza, o clássico terminou em 1 a 1 no Maracanã.

O Botafogo enfrenta a Portuguesa na próxima quinta (21) e o Americano no sábado (23). A equipe precisa ganhar as duas partidas para se classificar. O Fluminense joga contra o Antofagasta-CHI, pela Copa Sul-Americana também na quinta-feira, além de ter outro clássico decisivo no sábado contra o rubro-negro da Gávea.

Se a competição terminasse hoje, os classificados seriam: Fluminense, Volta Redonda, Cabofriense e Bangu, que seriam as zebras da vez. Por outro lado, Americano, Portuguesa-RJ, Boavista e Resende não tem chances de classificação, portanto lutam para não cair até o último minuto do campeonato.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.