Em Concepcion, no Chile, o Vasco não enfrentou um caldeirão como é habitual na Libertadores, onde independente da força da torcida e tradição do time os jogos acabam tendo grandes públicos, algo que não foi visto no estádio, o que foi um alívio para o time brasileiro que tinha alguns titulares jovens que estreavam em competições continentais.

No primeiro tempo o Vasco começou melhor e dominou a partida, principalmente no setor de meio campo, numa bela jogada coletiva Ewander o novo camisa 10 vascaíno após a saída de Nenê, abriu o placar, alguns minutos depois em função de um erro do goleiro, Ewander marcou um golaço sendo o seu segundo na partida e de seu time, depois o time chileno partiu para cima, pressionou e não conseguiu terminar a primeira etapa descontando seu prejuízo.

A pressão do Universidad Concepcion continuou no segundo tempo, principalmente através de bolas paradas e jogo aéreo, obrigando o uruguaio Martín Silva a fazer defesas importantes para o Vasco, com o passar do tempo a equipe carioca foi tendo mais espaço e através dos contra-ataques ampliou o placar com gols do lateral-direito Yago Pikachu e do atacante Rildo.

Com a goleada o Vasco está praticamente classificado, em São Januário apenas um placar de 5 a 0, contra, elimina o time carioca nesta rodada eliminatória na Libertadores da América, o vencedor pega Oriente Petrolero ou Jorge Wilsterman, ambos da Bolívia.

(imagem retirada do Twitter do Vasco da Gama)