No sábado, poucos torcedores foram a São Januário prestigiar a partida entre Vasco e América Mineiro, fruto da traumática goleada sofrida dias antes pelo Cruzeiro, que culminou na eliminação cruzmaltina na fase de grupos da Taça Libertadores da América, a torcida chegou a invadir o estádio e exigir a saída de alguns jogadores.

Quem saiu a frente foi o time mineiro com um gol de pênalti do atacante Rafael Moura, sendo o único da etapa inicial, irritando profundamente os vascaínos, posteriormente os times foram para o vestiário e o técnico Zé Ricardo conseguiu modificar o jeito do time jogar, provando a eficácia na segunda etapa.

A reação iniciou com o gol marcado pelo jovem Bruno Consendey, a virada chegou com um gol de outro jogador feito na base do gigante da colina, Caio Monteiro o argentino Andres Rios ampliou e nos acréscimos Kelvin fez o gol que selou o resultado, o jogador chorou na comemoração e foi ovacionado pelo torcedor, afinal após 11 meses recuperando-se de uma séria lesão no joelho, o atleta voltava a atuar e marcar gol, além da assistência para o terceiro gol, que ajudou o time a terminar a rodada no G-4.

(imagem twitter)