Após reclamações sobre o desconto de R$ 4,40 nos cartões RioCard, registradas nesta terça-feira (13), o Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários de Petrópolis (Setranspetro) se pronunciou explicando o motivo da cobrança.

Segundo o sindicato, o valor da tarifa atual (de R$4,40) é cobrado nos cartões adquiridos de forma avulsa, os chamados RioCard Expresso. Este tipo de cartão pode ser adquirido por qualquer cliente, diferente dos Cartões de Vale-Transporte que são recarregados pelas empresas e empregadores.

O Setranspetro explica ainda sobre o valor descontado dos RioCard utilizados pelos estudantes da rede privada, que é de R$ 2,20, equivalente a 50% da tarifa.

NOTA SETRANSPETRO

“O Setranspetro informa que será descontado o valor da antiga tarifa (R$ 4,20) dos créditos dos cartões RioCard de Vale-Transporte Convencional e Rápido, utilizados por empresas, que foram comprados até ontem, dia 12 de agosto.

Para quem utiliza o cartão RioCard Expresso, que pode ser comprado por qualquer cliente, já está sendo descontado o valor atual da tarifa (R$ 4,40).

Além disso, já está sendo descontado o valor de R$ 2,20 dos cartões RioCard dos estudantes da rede particular de ensino, que possuem o direito ao desconto de 50% na tarifa.

Sobre o reajuste da tarifa, o Setranspetro esclarece que essa medida é o último recurso usado para garantir o equilíbrio econômico e financeiro do Sistema de Transporte Público, permitindo a continuidade dos serviços e os investimentos em tecnologia e equipamento. É previsto por lei e acontece com base nos custos do sistema, dividido pelo número de passageiros.

O Setranspetro vem aplicando e discutindo várias propostas para a diminuição dos custos do sistema e, consequentemente, barateamento da tarifa, que é assunto de interesse de todos, clientes e empresas de ônibus. Inclusive, lançou um programa para ouvir a opinião da população, o Simulador de Tarifas, disponível no site simulador.setranspetro.com.br, que permanece no ar para a participação da população”.