José Cruz/Agência Brasil

Validação da ID Estudantil em eventos será por aplicativo e 100% digital Empresários, produtores culturais e esportivos têm 60 dias, contados a partir do lançamento do app, para se adaptar

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Por Guilherme Pera, do Portal MEC

 

O empresário que fizer evento com meia-entrada poderá verificar se a ID Estudantil é válida de forma prática, rápida e 100% digital. Em cinemas, shows, espetáculos teatrais, eventos esportivos, entre outros, será utilizado o aplicativo “ID Estudantil Validador” para ver se a carteirinha do aluno é verdadeira, está em dia e pode ser utilizada para conseguir o desconto.

A utilização é bem simples. O leitor do app deve ser apontado para o QR Code da carteirinha. Após a leitura do código, a identidade estudantil é validada ou não. Gratuito, o aplicativo está disponível nas lojas virtuais de celular.

“Nós pensamos em uma solução completa, que consiga emitir a ID e fazer a validação para ver se aquela pessoa tem o direito de usufruir do benefício”, explica o diretor de Tecnologia e Informação do Ministério da Educação (MEC), Daniel Rogério. Empresários, produtores culturais e esportivos têm 60 dias — contados do lançamento do app ID Estudantil, em 25 de novembro — para se adaptar.

ID Estudantil – A ID Estudantil é a carteirinha de estudante digital e gratuita para o usuário emitida pelo MEC. Para o acesso do aluno dar certo, é preciso que a instituição de ensino cadastre as informações dele no Sistema Educacional Brasileiro (SEB), banco de dados nacional do MEC. Quem já está com o app e não consegue usá-lo, a orientação é solicitar a regularidade do cadastro junto ao local onde estuda.

Os estudantes que não fizeram o download e querem saber se está tudo certo com seus dados no sistema podem verificar no site idestudantil.mec.gov.br. O portal conta também com informações sobre o programa, com conteúdos em vídeos, um “perguntas e respostas”, além de um “emitômetro”, espécie de contador de carteiras emitidas diariamente.

O site da ID Estudantil ainda conta com um espaço específico para as empresas saberem como vai funcionar, na prática, o app. Na entrada de shows, espetáculos teatrais, eventos culturais e esportivos, os estudantes vão apresentar um QR Code na tela do celular. O código contém “internamente” todas as informações do estudante, como CPF, data de nascimento, curso, matrícula e o ano e o semestre de ingresso.

Fonte: MEC

Crédito da foto: José Cruz/Agência Brasil

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.