© REUTERS/Dado Ruvic/Direitos Reservados

Vacina de Oxford chega a ter até 90% de eficácia

Os dados foram observados depois da análise em mais de 24 mil voluntários no Reino Unido, Brasil e África do Sul.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford contra a Covid-19, mostrou eficácia de até 90% conforme a dosagem, de acordo com resultados preliminares divulgados nesta segunda-feira (23). Os dados ainda não foram publicados em revista científica nem revisados por outros cientistas.

O imunizante teve 90% de eficácia quando dada meia dose seguida de uma dose completa com intervalo de pelo menos um mês. Esse foi o regime de menor dose, o que significa que mais pessoas poderão ser vacinadas. Quando administrada em duas doses completas, a eficácia foi de 62%. A análise com os dois tipos de dosagem indicou eficácia de 70,4%.

O chefe da pesquisa da vacina, Andrew Pollard, disse que a expectativa é de que a imunidade gerada pela vacina dure pelo menos um ano. Os dados foram observados depois da análise em mais de 24 mil voluntários no Reino Unido, Brasil e África do Sul.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.