V Open de Judô reúne mais de 5 mil pessoas no Petropolitano

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O V Open de Judô reuniu mais de cinco mil pessoas no final de semana na sede do Petropolitano Foot-ball Club, no Valparaíso. Atletas de todo o Estado, e também de São Paulo, Minas Gerais e Espirito Santo participaram do torneio, com apoio da prefeitura, que teve o Fluminense como campeão geral. Ao todo, 25 academias de luta de Petrópolis participaram do evento. No domingo (15.10) aconteceu, em paralelo ao judô, o I Open Petrópolis de Jiu-Jitsu, no mesmo local.

Além das lutas, a organização do evento ofereceu brinquedos para as crianças, como cama elástica e pula-pula. Duas bandas tocaram para o público presente, que acompanhou também a apresentação de cosplays. O superintendente de Esportes e Lazer da cidade, Hingo Hammes, destacou que o torneio ofereceu uma estrutura para que os amantes das lutas trouxessem toda a família.

“O objetivo do Esporte está sendo alcançado também como fator de promoção da família. Tivemos a presença de famílias inteiras, ou seja, foi um final de semana de lazer e muito esporte”, destaca o prefeito Bernardo Rossi. . “Recebemos atletas de vários estados, movimentando a cidade e contribuindo também com o turismo, ajudando a fortalecer a economia como um todo. A nossa cidade tem um enorme potencial para receber etapas e eventos que reúnem atletas de todo o país”, completa Hingo Hammes.

Guilherme Ramos, o “Naranjito”, um dos organizadores das duas competições, destacou a oportunidade dos atletas petropolitanos enfrentarem adversários de todo o país. Uma chance de aprendizado e de crescimento. “Acredito muito no potencial dos nossos atletas. Acredito que esse intercâmbio é importante para eles. Vale ressaltar que o Brasil é o país com maior número de praticantes de judô do mundo, o que mostra o nosso gosto pela modalidade”, disse.

Renan Almeida, atleta petropolitano do Team Buda, foi o campeão no domingo na categoria dos 100 kg do Open Petrópolis. Ele destacou a oportunidade de enfrentar atletas de alto nível. “Estou muito feliz pela conquista. É uma competição de alto nível, então fico feliz em ter feito um bom trabalho e garantido o primeiro lugar”, comentou.

Petrópolis já recebeu este ano eventos de Jiu-jitsu, MMA e Submission, no Esporte Clube Corrêas, e recebe no primeiro final de semana de dezembro uma etapa do torneio regional de Karatê, no Centro Cultural e Esportivo Fábrica do Saber. O objetivo, segundo Hingo Hammes, é atrair outras competições de artes marciais em 2018.

“Oferecemos toda a estrutura e apoio necessário para a realização deste tipo de evento. Esperamos que no ano que vem a gente consiga trazer mais competições de outras modalidades. As artes marciais têm grande apelo entre os petropolitanos”, explica Hingo.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.