FOTO DIVULGAÇÃO

Usuário de drogas foi preso por morder bebê de dois meses de vida diversas vezes em SP: ‘surtou ao ouvir choro da filha’ Criança está internada em estado grave na UTI do Hospital da Criança e Maternidade, em São José do Rio Preto (SP)

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O pai da bebê que está internada em estado grave, afirmou durante depoimento à Polícia Civil que surtou com o choro da criança e mordeu a filha diversas vezes. A menina tem menos de dois meses de vida.

Wilian dos Santos Domingues, de 23 anos, se entregou na Delegacia da Defesa da Mulher (DDM), nesta quinta-feira, o suspeito estava foragido desde o dia do crime, registrado na sexta-feira (13), na casa do irmão dele.

“Ele disse que estava cuidando da criança enquanto a mulher trabalhava. Em determinado momento, ele ligou para a esposa afirmando que estava surtado e passou a morder a criança de forma indiscriminada nas pernas, nádegas, membros superiores e inferiores e até a orelha”, disse em depoimento.

A menina foi socorrida pela avó paterna e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Jaguaré. Contudo, por causa dos ferimentos, ela precisou ser encaminhada para o Hospital da Criança e Maternidade (HCM), onde permanece internada em estado grave.

A mãe do suspeito tentou acobertar o filho e, inclusive, atrapalhou as investigações desde a elaboração do boletim de ocorrência, até o mandato de prisão.

“Ela tentou fazer com que a irmã da menina ferida fosse responsabilizada. Pelo contexto, jamais uma criança de 6 anos conseguiria ter causado tantos ferimentos. A mãe do suspeito, inclusive, pediu para a menina assumir a culpa no hospital. Ela será investigada e pode responder por isso”, afirma a delegada.

Depois de prestar depoimento à polícia, o suspeito foi levado para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Rio Preto, onde permanece à disposição da Justiça.

 

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.