© Divulgação/ Anvisa

Uso emergencial das vacinas de Oxford e CoronaVac é aprovado pela Anvisa

Até as 15h, três dos cinco diretores já haviam votado a favor da aprovação.

A maioria da Mesa Diretora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou neste domingo (17), o uso emergencial das vacinas de Oxford e CoronaVac. Os pedidos foram feitos pela Fiocruz, parceira do consórcio Astrazeneca/Oxford e pelo Instituto Butantan, parceiro da Sinovac.

Até as 15h, três dos cinco diretores já haviam votado a favor da aprovação.

Para a decisão ser validada, é necessária a assinatura da ata da reunião e também a assinatura de um termo de responsabilidade pelo Instituto Butantan.

O Ministério da Saúde afirmou que o início da vacinação pode ocorrer em até cinco dias. A perspectiva apresentada pelos representantes do órgão é de que o processo possa começar no dia 20 ou 21 de janeiro.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também