Internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Teresa (HST), a auxiliar de serviços gerais que sofreu uma tentativa de homicídio na última segunda-feira (03), precisa de doações de sangue do tipo “O-” urgentemente. Após receber aproximadamente 4 tiros do seu ex-marido, que atingiram sua cabeça, costas e braços, de acordo com a perícia realizada pela Polícia Civil, a mulher passou por uma cirurgia emergencial para retirada das balas ainda na manhã de segunda.

A família de Margarete de Castro Silva, de 53 anos, não autorizou a divulgação de maiores detalhes sobre seu estado de saúde, segundo informações da assessoria de comunicação do Santa Teresa. O gerente da loja em que trabalha, na Estr. União e Indústria, altura de Nogueira, também foi atingido no braço pelos disparos efetuados, mas já recebeu alta.

O autor do crime, Carlos Alberto Ramos Gonçalves, também com 53 anos, usou um revólver calibre 38 para tentar assassinar a ex-esposa e seu colega de trabalho, mas depois se suicidou com um tiro no peito. Segundo a delegada da 106ª Delegacia Policial, localizada em Itaipava, as investigações serão feitas para que o motivo do crime seja descoberto.

Os familiares de Margarete disseram em depoimento que pode ter sido por ciúmes, sendo que o ex-casal já estava separado há dois meses, mas que Carlos teria visto ela com o atual namorado no último final de semana. A família ainda afirmou que Carlos Alberto era um homem tranquilo, não apresentava ser violento e isso pode ser constatado através da nota emitida pela Viação Cascatinha, empresa onde o rodoviário trabalhava, onde diz que o funcionário era responsável e zelava pelos passageiros.

Margarete de Castro tem quatro filhos, todos maiores de idade. As doações emergenciais podem ser feitas de 7h às 18h, no Banco de Sangue do HST, localizado na Rua Paulino Afonso, 477, bairro Bingen. Lembrando que o tipo sanguíneo é o “O-“, podendo receber apenas este.

Por: Gabriel Malheiros