Foto: Pablo Jacob | Reprodução O Globo

Urgente: Operação desarticula organização criminosa na Região Serrana

A "Operação Armadeira 2" tem a finalidade de desarticular possível organização criminosa composta por agentes públicos, empresários e relacionados por suposta prática de concussão, corrupção e lavagem de dinheiro

A Corregedoria da Receita Federal, o Ministério Público Federal e a
Polícia Federal deflagraram nesta quarta-feira (18), a Operação Armadeira
2, com o propósito de desarticular possível organização criminosa composta
por agentes públicos, empresários e relacionados e que tinha por finalidade
suposta prática de concussão, corrupção e lavagem de dinheiro.

A investigação é um desdobramento da Operação Armadeira, deflagrada
no dia 2 de outubro de 2019, e identificou, a partir do material apreendido na primeira
fase, de colaboração premiada de um auditor-fiscal e de novas diligências,
um complexo arranjo que buscava reduzir a cobrança de tributos devidos ou
blindar empresas de fiscalizações.

Estão sendo cumpridos 46 mandados de busca e apreensão em
residências, empresas e escritórios, expedidos pela 7ª Vara Federal
Criminal do Rio de Janeiro. As ações ocorrem nos municípios do Rio de
Janeiro, Niterói, Nova Iguaçu, Silva Jardim e Teresópolis, todos no Estado
do Rio de Janeiro.

A operação, que contou com o apoio do Escritório de Pesquisa e
Investigação (Espei07) e da Divisão de Vigilância e Repressão ao
Contrabando e Descaminho (Direp07), teve a participação de cinquenta
auditores-fiscais, 23 analistas-tributários e um agente técnico
administrativo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também