Calouros e veteranos estão se mobilizando para mudar uma realidade nem tão feliz quanto o ingresso na universidade: a baixa nos estoques de sangue. O Banco de Sangue Santa Teresa está recebendo, ao longo dos últimos dias, alunos de Medicina da FASE/Petrópolis e de Engenharia da Computação do CEFET, na unidade, incentivados pelas coordenações dos cursos e por seus veteranos, para doar sangue como forma de registrar de maneira positiva o ingresso nas faculdades. Para o Banco de Sangue Santa Teresa, claro, resta agradecer e recebê-los de braços abertos.

De acordo com o captador Rodrigo Moreira, que participou das palestras e do bate-papo nas escolas, essa mudança de paradigma nos trotes mostra a boa vontade e a solidariedade desses alunos que chegam a Petrópolis ou mesmo que já moram na cidade. “A conscientização é muito importante, pois dependemos de doações para salvar vidas. Não é exagero quando falamos isso, é a nossa realidade. O sangue não tem nenhum substituto. Além disso, os trotes, que nem sempre eram bem vistos pelos alunos, familiares e a própria cidade, ganham um novo olhar, de amor e de doação”, explica.

Doar sangue é um ato nobre e que pode ser o diferencial entre salvar ou não uma vida. De acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), somente 1,8% da população brasileira entre 16 e 69 anos doa sangue. O ideal seria uma taxa variável entre 3% a 5%. Uma realidade bem diferente do país.

Sobre o Banco de Sangue Santa Teresa
O Banco de Sangue Santa Teresa é responsável por realizar, em média, 700 transfusões por mês e precisa de 80 doações por dia para atender esta demanda com segurança. O sangue coletado ajuda a salvar vidas de pacientes tanto do SUS quanto da rede particular. São pessoas atendidas em prontos-socorros e nos hospitais Santa Teresa e Unimed, além de pacientes encaminhados pelas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), que dependem dessas doações todos os dias.

Para doar basta comparecer ao Banco de Sangue Santa Teresa qualquer dia da semana, inclusive aos sábados, domingos e feriados, das 7h às 18h. A unidade está localizada no térreo do Hospital Santa Teresa, na rua Paulino Afonso, 477, bairro Bingen. O local possui estacionamento para doadores. Mais informações pelos telefones (24) 2245-2324 ou (24) 99269-4355.

Veja como é fácil doar
Os interessados precisam pesar mais de 50 quilos e estar em boas condições de saúde. Não é necessário fazer jejum, mas é preciso esperar 3 horas após o almoço ou a ingestão de alimentos gordurosos. No local, basta apresentar um documento oficial com foto e ter entre 16 e 69 anos (menores de idade precisam de autorização e estar acompanhados por um responsável). O voluntário não pode ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação. Quem tiver feito tatuagem e/ou piercing recentemente precisa aguardar seis meses após o procedimento, e quem fez endoscopia deverá aguardar 6 meses após a realização do procedimento.

Crédito da foto: Reprodução da Internet