UCP é convidada a apresentar artigo sobre restauro da Catedral em Congresso na Espanha

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A restauração da Catedral São Pedro de Alcântara foi o tema abordado no artigo produzido por docentes do Centro de Engenharia e Computação da Universidade Católica de Petrópolis (UCP), e que resultou no convite feito à Universidade para apresentar o trabalho em um congresso internacional de Cáceres, na Espanha, o Congresso Euro-Americano Rehabend 2018 – Patologia da Construção, Tecnologia da Reabilitação e Gestão do Patrimônio. O artigo escrito pelos professores Robson Luiz Gaiofatto, Ana Kyzzy Fachetti e Erika Pereira Machado será publicado nos anais do evento internacional, que acontece entre os dias 15 e 18 de maio.

“A participação da Universidade por meio de publicações que retratam pesquisas desenvolvidas pelos seus professores e alunos, mostra claramente que temos uma escola de Engenharia e Arquitetura que não fica presa no campo teórico. Muito pelo contrário, que atua em problemas reais no dia-a-dia permitindo que ao acompanhar o trabalho dos professores, os alunos tenham um ganho de aprendizado da profissão e na forma como vão trabalhar no seu dia-a-dia profissional. Além de fazer a divulgação da Universidade e do trabalho que aqui vem sendo realizado”, destaca Robson Luiz Gaiofatto, que é o coordenador do curso de Engenharia Civil da UCP.

Os docentes também tiveram um segundo artigo reconhecido em outro evento internacional, realizado em Belo Horizonte, por um órgão vinculado à Unesco.  O II Simpósio Científico do ICOMOS BRASIL – organização responsável pela conservação e preservação de patrimônio cultural modernista – aconteceu no fim de abril. Entre os trabalhos apresentados estava o artigo dos professores da UCP, também voltado a um importante atrativo histórico-cultural da Cidade Imperial. Desta vez, o trabalho foi uma análise dos danos que comprometem a integridade do Centro de Cultura Raul de Leoni, uma construção modernista fundada em 1977.

“Não encontramos pesquisa sobre o Centro de Cultura Raul de Leoni até então. E Petrópolis tem muito patrimônio modernista. Muitas coisas não estão tombadas, outras estão dentro dos conjuntos paisagísticos e arquitetônicos tombados. E o ICOMOS é um órgão que pensa somente na restauração e preservação de patrimônio modernista, que é algo muito específico. Para nós, da UCP, é uma grande honra e reconhecimento termos publicado dentro de um congresso internacional como esse um artigo sobre um patrimônio legitimamente petropolitano e não antes trabalhado em uma pesquisa”, comenta a coordenadora do curso de Arquitetura da UCP, Erika Machado.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.