Foto: Reprodução

Turma do Bem precisa de dentistas voluntários para atendimento no Rio de Janeiro

Última triagem da Turma do Bem selecionou 100 jovens de baixa renda que irão receber atendimento a partir da segunda quinzena de outubro
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Há 20 anos, o Dentista do Bem, programa da OSCIP Turma do Bem, proporciona atendimento odontológico gratuito para jovens entre 11 e 17 anos em situação de vulnerabilidade social e com graves problemas bucais. Até hoje, mais de 81 mil jovens já foram atendidos por esses dentistas que atuam de forma voluntária levando saúde bucal a jovens de todo o Brasil, além de 12 países da América Latina e Portugal.

A próxima ação, no Rio de Janeiro, ocorrerá a partir da segunda metade do mês de outubro e, para esta atividade, a Turma do Bem está buscando novos dentistas voluntários. “Precisamos de um time maior no Rio de Janeiro desses profissionais de saúde que são verdadeiros heróis e atuam de maneira muito mais ampla do que se imagina. O dentista salva vidas quando trata uma infecção séria na boca do paciente, por exemplo. Ou quando a pessoa volta a comer, a trabalhar, a beijar – ele está salvando uma outra forma de viver”, diz o dentista Fábio Bibancos, presidente voluntário da Turma do Bem.

“Este ano, a expectativa é que mais de cinco mil jovens sejam encaminhados para atendimento em todo o Brasil. Nesta ação no município do Rio de Janeiro, foram selecionados 100 jovens após a triagem, mas precisamos de mais dentistas voluntários para atender essa demanda”, diz a dentista Dra. Waleska Marin Bessa, do Rio de janeiro. “O objetivo da ação é identificar adolescentes de baixa renda que necessitam de tratamento odontológico e proporcionar a eles qualidade de vida por meio do acesso à saúde bucal”, afirma ela.

O tratamento tem caráter curativo, preventivo e educativo. “Um jovem que não tem possibilidade de ir ao dentista e de cuidar da boca, tende a ser um adulto menos feliz. Quem sente dor não estuda, não brinca, não consegue um bom emprego, se afasta dos amigos. O acesso à saúde bucal de qualidade faz com que esses jovens façam parte mais ativamente da sociedade”, diz Bibancos.

O dentista que tiver interesse em participar deve entrar no site e se cadastrar: http://sejavoluntario.tdb.org.br/

Sobre a Turma do Bem

A Turma do Bem gerencia a maior rede de voluntariado especializado do mundo, contando com mais de 18 mil dentistas atuando em 12 países. Oferece atendimento odontológico gratuito à população de baixa renda em condição de vulnerabilidade social e com graves problemas bucais, focando em dois públicos principais: jovens de 11 a 17 anos e mulheres vítimas de violência doméstica. Em 20 anos, impactou quase 81 mil jovens e 1100 mulheres. Tem um modelo inovador de gestão, baseado no voluntariado e caracterizado pela fácil replicabilidade. O fundador e presidente voluntário da TdB, Dr. Fábio Bibancos, é reconhecido internacionalmente como Empreendedor Social pela Schwab Foundation (www.schwabfoundation.org ) e pela Ashoka (www.ashoka.org  ) por seu trabalho à frente da organização. Além disso, em 2011 a organização foi laureada com o prêmio Saúde Oral, na categoria Solidariedade Social, devido ao trabalho desenvolvido em Portugal, e em 2015 foi selecionada entre 1.400 organizações sociais de todo o mundo para integrar o primeiro portfólio da Epic Foundation de instituições que investem em alto impacto social. Em 2018, ganhou o prêmio pela Fundación Mapfre de melhor ação social na Espanha.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.