Turismo em Petrópolis atinge 2 milhões de visitantes por ano

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Turispetro divulga calendário de eventos de 2019

Com o turismo em alta em Petrópolis, a Cidade Imperial já tem recebido 2 milhões de visitantes por ano. Em 2019, com o calendário de eventos já fechado e sendo divulgado nos quatro cantos do país, a expectativa é a de receber cada vez mais turistas. As grandes festas promovidas na cidade são um atrativo a mais para a escolha da Cidade Imperial como destino turístico e ajudam a aquecer a economia do município: em 2018 – incluindo o Natal Imperial, quase 1 milhão de pessoas passaram pelos eventos, uma injeção estimada de cerca de R$ 400 milhões, que fez não só crescer o setor e colocar Petrópolis no topo do ranking do turismo nacional – com a categoria A no Ministério do Turismo, como também ajudou no desenvolvimento do comércio e o setor de serviços.

Este ano, a meta é expandir as festas, firmar ainda mais parcerias com a iniciativa privada e trazer movimento o ano inteiro para que o turista tenha diferentes opções de acordo com o período. No calendário de eventos, novidades não vão faltar em 2019, como a expansão da Bauernfest, que acontecerá entre os dias 14 e 30 de junho. Entre os principais eventos para 2019 ainda estão: Expo Agropecuária, de 1º a 6 de maio; Bunka-Sai, de 30 de julho a 04 de agosto; Festa Italiana, de 18 a 22 de setembro; e o Natal Imperial, de 14 de novembro a 19 de janeiro de 2020.

O prefeito Bernardo Rossi explica que o turismo é fundamental para o desenvolvimento de Petrópolis e, desde a criação da Secretaria de Turismo, a Turispetro, o município vem dando prioridade para o setor. “Conseguimos subir a categoria de B para A no mapa do turismo nacional, aumentamos o número de visitantes da cidade, cuidamos dos nossos patrimônios históricos e ainda há muito mais para ser explorado no turismo. O setor é um dos pilares da nossa economia e foi deixado de lado por anos. Agora ele está entre as prioridades e vem ajudando a trazer recursos para Petrópolis, o que se reflete em todos os setores: na saúde, educação, em tudo”, frisa.

Não só visitantes, mas moradores da cidade têm aprovado os eventos e se envolvido cada vez mais em cada festa. O restaurante Pavelka, por exemplo, no ano passado resolveu mergulhar na magia do Natal. “Foi o maior investimento em decoração pro Natal da história do restaurante, pensando no público que vem para o Natal Imperial”, explicou auxiliar administrativo do restaurante, Leonardo Lira. Também em 2018, o empresariado local ganhou prioridade, como por exemplo, na Bauernfest. Na última edição, o prefeito sancionou a lei que regulamenta a autorização do espaço que fica no entorno do Palácio (intramuros), para que receba apenas empresas petropolitanas, que tenham produtos típicos culturais alemães, mantendo assim a tradição e as raízes germânicas.   

“São inúmeros os avanços que tivemos neste ano e já temos as metas firmadas para este ano. Trouxemos inovações para o setor, como a ocupação do Palácio de Cristal com o artesanato – que ajudou a movimentar a economia e trouxe um atrativo a mais para os turistas, expandimos as festas, como o Bunka-Sai e a criação do Circuito das Cerejeiras, criamos ciclorotas para o Mountain Bike, explorando uma outra vertente de turismo na cidade; reformamos pontos turísticos, entre outras melhorias. E ainda temos muito trabalho pela frente. Vamos colocar Petrópolis entre os principais destinos turísticos do Brasil”, destaca o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

Pelas festas, quem participa aprova. A argentina Flavia Pachtman, que é turista e moradora de Petrópolis ao mesmo tempo, tem participado das atrações no Natal Imperial e adorado. “A cidade está maravilhosa, muito linda. Tudo muito bem organizado. É maravilho para as crianças e também pra gente, que é criança por dentro”, disse ela, que é professora de espanhol.

Além dos eventos, o objetivo da Turispetro também é atender melhor o turista e começar as obras que já estão com verbas federais garantidas, como a do Museu Casa de Santos Dumont, com R$ 466 mil, e o Palácio de Cristal, com R$ 1,3 milhão. Dois dos principais atrativos mantidos da prefeitura, que estão entre os mais visitados de Petrópolis.

Fonte: Turispetro

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.