O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), informou que ato de diplomação do novo Presidente da República acontecerá no dia 10 de dezembro. A ocasião confirma que Jair Bolsonaro e seu vice, General Mourão, cumpriram com todas as normas da lei durante campanha eleitoral. A chapa foi eleita no último dia 28 de outubro, com 55,13% que representam cerca de 57,7 milhões de pessoas.

A data foi acordada na tarde desta quinta-feira (08) entre a presidência do TSE e a equipe de transição de Governo. A cerimônia que aconteceria no dia 12, foi antecipada por conta da terceira cirurgia que Jair terá que fazer no dia 13, por conta da facada que recebeu em Juiz de Fora, Minas Gerais.

A solenidade representa o marco por meio da Justiça Eleitoral que entrega oficialmente, aos eleitos e suplentes, o diploma eleitoral, ou seja, o documento que permite o exercício do mandato. O ritual é promovido desde 1951, quando Getúlio Vargas retornou a Presidência. Suspensa durante o Regime Militar, a solenidade retornou ao TSE após a redemocratização do país, quando Fernando Collor foi eleito por maioria popular.

A posse de Bolsonaro e Mourão acontece no dia 1º de janeiro, em Brasília. O mandato deles vai até o dia 22 de dezembro de 2022.

Por: Gabriel Malheiros