A equipe Toro Roso utilizou a pista de Barcelona para apresentar seu novo carro para a temporada de F1 deste ano, a novidade está nos motores Honda, que desde 2015 equipavam os carros da Mclaren e foram alvos de críticas do time e da imprensa pela falta de potência, competitividade baixa e quebras constantes.

Ainda assim o time de Faenza, cidade no interior da Itália, apostou nos motores japoneses para sair do pelotão intermediário e chegar ao topo, como sua matriz a RedBull já conseguiu, a dupla de pilotos é a mesma da parte final da temporada de 2017, Pierre Gasly da França e Brendon Hartley da Nova Zelândia.

O time estreou juntamente a sua Matriz a RBR em 2006, utilizando a estrutura da Minardi que correu na categoria entre 1985 até 2005, a equipe é mantida como porta de entrada de jovens talentos do programa de pilotos da RBR na F1, sempre correndo com pilotos promissores.

O time revelou grandes talentos como o tetracampeão Sebastian Vettel, da Alemanha que garantiu a primeira e única vitória do time na categoria no GP da Itália de 2008, também surgiram o holandês Max Verstappen e o australiano Daniel Ricciardo, que atualmente forma a dupla titular da RBR.

O time tem uma vitória, uma pole position e uma volta mais rápida em toda a sua história na principal categoria do automobilismo mundial, todos esses feitos foram conquistados por Vettel naquele GP da Itália há 10 temporadas atrás, ainda teve o mais jovem piloto a vencer uma prova da categoria, recorde superado por Verstappen em 2016.

(imagem retirada do site Motosport)