Reprodução de vídeo / G1

Toneladas de peixes mortos são recolhidos da Lagoa Rodrigo de Freitas

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Comlurb recolheu até este sábado (22), às 11, terceiro dia de trabalho na Lagoa Rodrigo, 55,13 toneladas de peixes mortos. A Companhia mobilizou durante todo esse tempo a mão de obra de 483 garis e 60 agentes de limpeza urbana. O efetivo da Comlurb no local é de 178 profissionais. 

O trabalho vem sendo realizado com o apoio de quatro catamarãs. A ação prossegue até que cesse a mortandade de peixes e a limpeza das margens.

Causas da mortandade de peixes – Biólogos suspeitam que as causas para a mortandade dos peixes é o calor excessivo associado ao lançamento de esgoto in natura através do Canal Jardim de Alah. A baixa renovação das águas da Lagoa Rodrigo de Freitas agrava ainda mais a situação, pois o fenômeno climático El Niño promove, além das altas temperaturas no sudeste brasileiro, deixa as águas costeiras do Rio de Janeiro estagnadas.

Fonte: COMLURB

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.