Foto: Igor Corrêa – Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro em Noites de Walpurgis

Theatro Municipal do Rio de Janeiro reabre as portas com balés e entrada franca

Depois de um ano e sete meses fechado ao público devido à pandemia, o Theatro Municipal do Rio de Janeiro reabre as portas a partir do dia 28 de outubro com os balés Des Enfants/ Paquita Grand Pas Classique/Noite de Walpurgis.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

No dia 13 de março de 2020, as portas de um dos mais importantes e frequentados teatros do país foram fechadas. O perigo do contágio do coronavírus afastou o público e após decreto no Diário Oficial, a estreia da Série Grandes Vozes no Rio de Janeiro, que tinha como convidada a soprano norte-americana Sondra Radvanovsky, foi cancelada. Um ano e sete meses depois, o Theatro Municipal abre as cortinas para uma nova etapa, valorizando ainda mais os artistas da casa que não pararam neste período tão difícil. É o Theatro Municipal de Portas Abertas que, com o público reduzido, vai disponibilizar sessões gratuitas para a população.

“O Theatro Municipal é um patrimônio do estado do Rio de Janeiro. Esse período da pandemia foi difícil, então nada mais justo que os artistas do estado reinaugurem o Theatro. Durante esse período, apoiamos a cultura fluminense com diversos editais, e recentemente lançamos o Pacto Cultural RJ, que vai injetar R$ 75 milhões ao fomento das artes até o final do ano”, disse o governador Cláudio Castro.

Serão duas obras-primas do balé clássico: Paquita, com música de Ludwig Minkus e coreografia de Marius Petipa, do qual será apresentada uma abertura com as alunas da Escola Estadual de Dança Maria Olenewa do TMRJ, Des Enfants, e o famoso Grand Pas Classique; e Noite de Walpurgis, originalmente da ópera Fausto, com música de Charles Gounod e coreografia de Leonid Lavrovsky.

De acordo com a secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, Danielle Barros, a reabertura do Theatro Municipal é uma sinalização da retomada cultural em todo estado.

“O Estado do Rio avança na vacinação e para coroar este momento de retomada, reabrimos as portas do Theatro Municipal, que é a joia da coroa da cultura fluminense. Um verdadeiro presente para a população que poderá acompanhar lindas apresentações no nosso histórico palco, de forma gratuita”, afirmou Danielle Barros.

“É um orgulho muito grande poder compartilhar com a população fluminense esse momento tão importante para a cultura! Reabrir as portas do Theatro Municipal, ainda mais de forma gratuita e depois desse longo hiato, é um marco importantíssimo para nossa história. Contamos com a presença de todos!” – ressalta a Presidente da Fundação Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Clara Paulino.

O Diretor da EEDMO e Regente Interino do Ballet do TMRJ, Hélio Bejani fala da importância de investir nos talentos da casa: “Imprescindível retomarmos nossos espetáculos para, acima de tudo, preservarmos a possibilidade de nossos jovens talentos seguirem suas carreiras já bastante prejudicadas pelo momento de tantas incertezas que vivenciamos ”.

Durante esta fase em que o TMRJ não pôde receber o público, também foi essencial manter a parceria com os Patrocinadores Ouro, Petrobras e Instituto Cultural Vale que seguiram ao lado do Theatro Municipal do Rio de Janeiro ao longo de todos esses meses em que ficou fechado.

“Nós temos uma alegria imensa de unirmos forças neste momento de retorno, para uma abertura festiva do nosso Theatro Municipal”, festeja Steffen Dauelsberg, vice-presidente da Dellarte, responsável pela coprodução do evento.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.