Testes das sirenes do Sistema de Alerta e Alarme voltam a ser realizados em maio O simulado foi suspenso em novembro por conta das fortes chuvas que atingiram o município durante o verão

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias volta a realizar os testes mensais das sirenes do Sistema de Alerta e Alarme a partir do dia 10 de maio, às 10h. A atividade está suspensa desde novembro do ano passado em virtude das fortes chuvas que atingiram o município nos últimos meses. O objetivo do simulado é garantir que todo o sistema esteja funcionando no momento em que for necessário o acionamento, além de melhorar a comunicação dos agentes com a comunidade.

Neste período, as sirenes foram acionadas duas vezes: na madrugada do dia 26 de dezembro nos bairros Vila Felipe, Dr. Thouzet e João Xavier e na noite do dia 10 de março no Espírito Santo, Ceará, Amazonas, Dr. Thouzet, Independência, Vila Felipe, Alto da Serra e Sargento Boening. O secretário de Defesa Civil, coronel Paulo Renato Vaz, reforça a importância do equipamento para a cidade.

“As sirenes são a melhor ferramenta de prevenção a curto prazo que o município possui, já que possibilitam que moradores de áreas de risco sejam avisados com rapidez sobre a urgente necessidade de sair de casa e procurar um local seguro”, garante o secretário, lembrando que o teste também volta a ser realizado à noite, no dia 20, às 20h.

Com 234 áreas de risco alto ou muito alto – equivalente a 18% do município – e um déficit habitacional de 12 mil casas, o município segue trabalhando na prevenção aos desastres de origem natural. Por conta disso, no ano passado foram 16 testes de acionamento das sirenes, sendo 10 diurnos e seis noturnos. O trabalho é realizado mensalmente no dia 10, às 10h, e no dia 20, às 20h, fora do período de verão.

“Desde o ano passado a prefeitura investe no trabalho organizado e antecipado. Por isso a resposta do governo para as tragédias causadas pela chuva está sendo rápida e eficaz”, garante Paulo Renato.

Petrópolis conta com 20 equipamentos espalhados por 12 bairros do município: Gentio, Vale do Cuiabá, 24 de Maio, Alto da Serra, Bingen, Dr. Thouzet, Independência, Quitandinha, São Sebastião, Sargento Boening, Siméria e Vila Felipe.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.