Terminais rodoviários do Centro, Corrêas, Itaipava e Bingen recebem obras de reestruturação

A obra do Terminal Centro está em fase final e deve ser entregue ainda este mês.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O governo municipal está investindo para mudar a realidade dos usuários do transporte coletivo em Petrópolis. Os terminais rodoviários do Centro, Corrêas, Itaipava e Bingen estão recebendo obras de restruturação, que não eram feitas há anos.

A obra do Terminal Centro está em fase final e deve ser entregue ainda este mês. O piso em granitina está passando pela fase de polimento. O telhado já está pronto, aguardando somente a revisão técnica e a grade de acesso para a Rua Paulo Barbosa está sendo colocada. A parte de pintura já está quase pronta, faltando apenas alguns retoques. A instalação do piso tátil está em execução na parte externa e na parte interna, será colocado logo após o polimento do piso. A infraestrutura elétrica está pronta e agora começa a fase de passagem dos cabos. Todo trabalho é feito pela empresa VACC Indústria, Comércio e Serviço Eireli. A reforma do Terminal Centro tem investimento de R$ 964,4 mil.

O terminal de Corrêas também receberá obras de reestruturação, que seguirá o padrão do terminal do Centro. Será feita a reforma de todo telhado, troca do piso interno, os terminais terão sua pintura renovada em sua totalidade. Também serão construídos novos banheiros, com acessibilidade para deficientes. A pista de acesso dos coletivos ganhará uma nova pavimentação. Toda estrutura de elétrica e hidráulica vai ser renovada, assim como o terminal ganhará acesso a internet por meio de instalação de roteadores com WIFI e um sistema de câmeras. No terminal de Itaipava as obras serão parecidas, seguindo o mesmo padrão, apenas sem a construção de novos sanitários.

“Vamos dar uma nova vida aos terminais, que não passam por nenhuma intervenção há muitos anos. Em breve estaremos entregando o terminal do Centro e vamos estender as benfeitorias para os terminais de Corrêas e Itaipava. Estamos priorizando o conforto e o bem estar do usuário do sistema de transporte coletivo. Mesmo com as ações voltadas para o controle do coronavírus, a prefeitura está trabalhando em diversas frentes para atender as demandas da população”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

A reforma do terminal rodoviário do Bingen, administrado pela concessionária Sinart, também está sendo organizada, mas ainda sem data para começar. Pelo documento de renovação da concessão do espaço, a empresa tem o prazo de seis meses para que as intervenções sejam realizadas, a partir do início dos trabalhos. Os recursos a serem utilizados serão de fonte privada e o custo estimado para a obra é de R$ 1,7 milhões. Algumas melhorias já estão definidas, como a instalação de 200 módulos de cobertura tipo sombrite usado em aeroportos, que vai cobrir cem por cento do estacionamento, que também vai ganhar uma nova sinalização. Uma passarela coberta que irá do estacionamento para a entrada do terminal também será construída. Outra novidade será a instalação de um sistema computadorizado de iluminação, com telegestão online, o que oferecerá maior economicidade. Será instalado um sistema de placas solares fotovoltaicas, para a geração de cem por cento de energia renovável e não poluente. No escopo da futura obra ainda está prevista a ampliação da plataforma de terminal urbano, o que vai acabar com problemas dos passageiros durante os dias de chuva.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.