Teresópolis não vai antecipar o intervalo da segunda dose da vacina Oxford/Astrazeneca

A cidade vai manter o intervalo de 12 semanas entre as doses.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Prefeitura Municipal de Teresópolis informa que não vai aderir à antecipação do intervalo entre as duas doses da vacina Astrazeneca/Oxford. Na terça-feira (13), o Governo Estadual do Rio de Janeiro permitiu que os municípios antecipem a aplicação de 12 para 8 semanas após a primeira dose. Apesar da permissão, a decisão final cabe a cada município.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, seguindo os órgãos acima citados, a redução do intervalo entre as doses da vacina vem acompanhada da diminuição da eficácia contra a Covid-19. A vacina Astrazeneca possui 80% de efeito com 12 semanas de intervalo, segundo a bula. Quando o intervalo é antecipado para 8 semanas, a eficácia cai para 59%, o que representa 20% a menos de segurança para quem a recebe.

Com base em nota técnica da fabricante da vacina no Brasil, fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Secretaria Municipal de Saúde de Teresópolis permanecerá seguindo o critério estabelecido pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), que respaldado por evidências científicas, garante a maior proteção da população imunizada com o intervalo de 12 semanas (3 meses).

“Neste momento, a Fiocruz reforça as orientações do PNI e da nota técnica conjunta da Sociedade Brasileira de Imunizações, publicada nesta terça-feira (13), quanto à manutenção do intervalo de 12 semanas da vacina Oxford-Astrazeneca-Fiocruz”, esclareceu a fabricante.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.