Foto: Divulgação/PC-AM

Terceiro suspeito de envolvimento nas mortes de Bruno e Dom é preso

Segundo as investigações, o homem tem participação direta no caso, desde a emboscada até a ocultação dos corpos.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O terceiro suspeito da morte do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips, foi preso na manhã deste sábado (18). Ele se entregou na delegacia de Atalaia do Norte (AM), onde foi ouvido pelo delegado Alex Perez Timóteo.

O delegado afirmou que, segundo as investigações, o homem tem participação direta no caso, desde a emboscada até a ocultação dos corpos. “Conforme todas as provas, todos os depoimentos colhidos até o momento, ele estava na cena do crime e participou ativamente do duplo homicídio ocorrido”, disse.

A Polícia Civil chegou a fazer buscas para tentar prender o terceiro suspeito no sítio da mãe dele. Mas o homem não foi encontrado no local. Os policiais conversaram com a família para o orientarem a se entregar.

Por volta das 6h (horário de Atalaia do Norte), o suspeito foi até a delegacia e se entregou. Ele não estava acompanhado de advogado.

As vítimas teriam sido mortas a tiros e os corpos, esquartejados e enterrados. Nesta sexta-feira (17), a Polícia Federal confirmou que os restos mortais encontrados são do jornalista inglês Dom Phillips. O resultado foi obtido a partir de análise da arcada dentária. A perícia precisa confirmar a identificação dos restos mortais do indigenista Bruno Araújo Pereira.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.