Terceira idade: Estudo aponta Petrópolis como uma das 20 cidades com melhores condições para envelhecer

O índice mais elevado, que faz com que a cidade alcance esse patamar foi o bem estar, que alcançou a marca de 75,7%.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Petrópolis é a 20ª melhor cidade para envelhecer do país, é o que aponta um estudo elaborado pelo Instituto Mongeral Aegon. No estudo, foi levado em consideração as condições de vida dos idosos de 876 municípios mais populosos do Brasil.

Petrópolis hoje tem mais de 50 mil idosos, cerca de 16% da população. O índice mais elevado, que faz com que a cidade alcance esse patamar foi o bem estar, que alcançou a marca de 75,7%. Outros fatores são a Saúde, 48,7% e Finanças 47,9%.

Para o bem estar dos idosos o Índice de Desenvolvimento Urbano para a Longevidade (IDL) considera os cuidados de saúde, bem-estar, finanças, habitação, educação, cultura e ainda indicadores gerais de desemprego, expectativa de vida e violência. Para se ter uma base dos indicadores, o comparativo foi feito com desempenho de cidades da mesma região e do Brasil.

Um dos parâmetros que fizeram a cidade alcançar esta posição foi estar entre as Cinco cidades que mais alocam recursos em investimentos, possuindo então o melhor desempenho na variável Finanças. Um outro fator foi estar entre as 10 cidades com o melhor desempenho no que tange o acesso a esgoto e habitação. Além disso, Petrópolis também se destacou entre as cidades que mais tem pessoas com acesso a TV por assinatura, demonstrando uma infraestrutura de serviços com padrões elevados, em nível nacional. Com relação a Cuidados de Saúde, a Cidade Imperial se destaca entre as 15 cidades com maior quantidade relativa de leitos.

Apesar dos índices positivos, que colocam a Cidade de Petrópolis entre as 20 Grandes de melhor desempenho no IDL, alguns motivos vão em desacordo para se estabelecer a qualidade de vida na cidade. Sobre isso, em termos gerais, é preciso ter mais atenção à concentração de renda, uma vez que a cidade está fora do conjunto de 200 cidades de menor concentração de renda entre as 280 cidades Grandes. Outro quesito é a ocorrência de acidentes de trânsito envolvendo vítimas, fazendo Petrópolis ter desempenho Médio, podendo melhorar, já que em outros indicadores, a cidade tem um desempenho alto, como Finanças.

Para o relatório completo , com todos os detalhes do estudo basta acessar o Site do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.