Tarifas de gás natural sofrerão reajuste a partir de 1º de fevereiro O ajuste é decorrente da redução do custo de aquisição do gás natural.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Naturgy divulgou nesta quinta-feira (30) que reajustará as tarifas de gás natural a partir do dia 1º de fevereiro de 2020. Segundo a empresa, o ajuste é decorrente da redução do custo de aquisição do gás natural.

Os clientes do segmento residencial, da Região Metropolitana do Rio, terão desconto em torno de -1,5%. Os postos de combustível que comercializam o GNV terão -4,1% de redução. Já a tarifa para as indústrias, o ajuste médio é de -4,0%.

Para os clientes do interior do estado, a redução média será de -3,0% para residências; -6,9% para postos de GNV e -6,8% para indústrias.

 

Confira a nota enviada pela empresa:

A Naturgy informa que as tarifas de gás natural sofrerão reajuste a partir de 1º de fevereiro, decorrente da redução do custo de aquisição do gás natural fornecido pela Petrobras.

Haverá atualização tarifária para os clientes localizados na Região Metropolitana do Rio em torno de -1,5% para o segmento residencial; -4,1%, para postos de GNV e -4,0%, em média, para as indústrias. Para os clientes que moram no interior do estado, a redução média será de -3,0% para residências; -6,9% para postos de GNV e -6,8% para indústrias.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Maligno e A Casa Sombria estreiam nesta quinta-feira na Rede Cinemaxx Petrópolis

Tomar a vacina contra a Covid-19 é uma demonstração de amor e cuidado consigo e com o próximo. Para incentivar, cada vez mais, as pessoas a se vacinarem, a Rede Cinemaxx traz promoções especiais. Quem apresentar a carteira de vacinação, na bilheteria de qualquer uma das unidades da Rede Cinemaxx, comprovando que tomou uma ou duas doses da vacina, vai ganhar um presente especial do Cinemaxx.

Comentários estão fechados.