Um homem morreu após trocar tiros com policiais rodoviários federais na rodovia Niterói-Manilha (BR-101), em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. Ele estava com um comparsa e era suspeito de praticar assaltos na localidade. A ação faz parte da operação Égide, que reforça o policiamento nas rodovias federais do estado. O caso aconteceu na madrugada de domingo (17).

Por volta das 3h, equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) faziam uma ronda, quando foram ultrapassados por uma motocicleta em alta velocidade, na altura do km 302. Havia dois ocupantes e ambos estavam sem capacetes. A moto estava toda apagada e sem placa. Os policiais ligaram as sirenes e foram atrás dos suspeitos, dando ordem de parada. Entretanto, eles desobedeceram e aceleraram ainda mais, fugindo no sentido Itaboraí.

Logo em seguida, quando tentaram entrar numa estrada de terra, bateram no meio fio e caíram da moto. O condutor conseguiu fugir pelo matagal, mas o passageiro ficou para trás. Ele sacou uma arma e atirou contra os policiais que se aproximavam, os quais revidaram. O suspeito, que usava roupa camuflada, foi atingido e acabou sendo alcançado. O socorro médico foi acionado, mas ele não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O homem portava um revólver calibre 38, com uma munição deflagrada e três intactas. Os policiais verificaram que a moto em que estavam possuía vários indícios de adulteração e era roubada. A arma tinha a numeração raspada. Além disso, também foram encontrados tubos de lança perfume, uma porção de maconha, dois celulares e um rádio comunicador. Ocupantes de uma motocicleta com as mesmas características eram suspeitos de praticarem assaltos na região.

A ocorrência foi registrada na 74ª DP (Alcântara).
Fonte: POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL (PRF-RJ)