Supermercados do Rio de Janeiro limitam compras de alimentos por risco de desabastecimento

O consumidor ao comprar o arroz, por exemplo, é limitado a levar apenas 10 quilos do alimento.

Estabelecimentos comerciais do Rio de Janeiro começaram a impor limites para a compra de mercadorias por cliente. Alimentos como arroz, óleo e leite possuem quantidade máxima a ser adquirida, a fim de evitar o desabastecimento nos supermercados da capital.

O consumidor ao comprar o arroz, por exemplo, é limitado a levar apenas 10 quilos do alimento. Já o óleo de soja, cinco unidades, enquanto o leite é possível apenas um fardo, contendo 12 caixas, no máximo.

O racionamento acontece em diferentes estabelecimentos comerciais, inclusive, em algumas cidades do Estado do Rio de Janeiro, causando preocupação entre os consumidores.

Vale lembrar que a cesta básica ficou 20% mais cara, nos últimos 12 meses, chegando um saco de cinco quilos de arroz a custar até R$ 40.

Segundo especialistas, o motivo para a alta nos preços é o desequilíbrio entre a oferta e a demanda dos produtos e suas matérias-primas no mercado interno, motivados pela mudança na taxa de câmbio, que resultou na valorização do dólar frente ao real.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também