Uma pesquisa feita com cerca de 10.500 pessoas revelou algumas curiosidades sobre a relação dos brasileiros com a grande paixão nacional. Os dados apontam que a região em que as pessoas vivem influencia no hábito de jogar bola. O Sudeste é a região que menos joga enquanto a região Norte é a que mais tem o futebol no seu dia a dia.

“A Importância do Futebol na vida do brasileiro” mostrou que 68% das pessoas no Norte jogam ou jogavam bola, enquanto no Sudeste pouco mais que a metade das pessoas pratica ou praticou o esporte, na marca de 55% da população.

Para a psicóloga Jéssica Posterli, isso não ocorre só pelo fato de ser um esporte fácil. Trata-se de uma realidade socioeconômica: “Num país com tantos contrastes, sabemos que o acesso a diferentes tipos de entretenimento ou a outros esportes é maior na região Sudeste. Infelizmente há pouco investimento e interesse na diversidade esportiva em regiões mais carentes. O futebol acaba sendo uma das diversões mais acessíveis”.

Thomas Case, coautor do estudo e fundador da Pés Sem Dor afirma que “há muito sedentarismo nas grandes metrópoles do Sudeste. As pessoas não se exercitam e outras sofrem com dores limitantes. Desenvolvemos essa pesquisa para entender melhor os hábitos da população e oferecer soluções para as dores nos pés, tornozelos e joelhos. Paralelamente, surgiram muitos dados curiosos!” conclui, entusiasmado.

A pesquisa completa está disponível em: www.pessemdor.com.br/futebol

 

Sobre Pés Sem Dor

A Pés Sem Dor é a primeira a confeccionar palmilhas ortopédicas sob medida em escâneres e impressoras 3D. Foi criada em 2009 pelo americano Thomas Case, que também é fundador da Catho. Possui 44 pontos de atendimento por todo Brasil que realizam exames gratuitos. Já atendeu mais de 70 mil pessoas e conta com parceiros na Alemanha, Inglaterra, Estados Unidos e China.

Fonte: Pés Sem Dor Brasil