Sucesso de Ivis continua mesmo após as agressões, revela DJ

Mesmo após a prisão de Ivis, as pessoas ainda têm a curiosidade de conhecer o artista, tanto que o número de seguidores aumentou depois de tudo que aconteceu, revela DJ Mystical.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Ele está preso após agredir a companheira, em um assunto que dominou os telejornais e as redes sociais nas últimas semanas. Porém, ainda assim DJ Ivis segue conquistando o público, e as músicas dele continuam a ser muito executadas ainda mais depois dos fatos ocorridos, revela o produtor musical e DJ Augusto Mystical.

Mas, para os DJs de todo o Brasil, Mystical revela que ficou bem incomodado profissionalmente falando, “principalmente após comparações pejorativas e piadas machistas idiotas que aconteceram, pois englobam toda uma categoria de artistas”. Ele conta que recentemente foi vítima de críticas grosseiras nas redes sociais apenas por ser da mesma profissão de DJ Ivis: “Na maioria das vezes somos criticados nas redes sociais por pessoas que se escondem atrás do anonimato, mas quando o nome da uma categoria é envolvido em um escândalo como esse que aconteceu recentemente com alguém de relevância nacional, isso acaba tomando outras proporções. É aí que está a fagulha que pode ajudar e a encorajar tantas mães de família que passam por isso diariamente, sofrendo caladas e precisando de ajuda”.

Dj. Mystical – Foto: Divulgação / MF Press Global

Por outro lado, Mystical lamenta como toda uma categoria pode ser manchada diante do que aconteceu: “É chocante quando um dos ícones da música atual vira notícia por agressão a mulher, pois ele deveria ser referência no combate a isso e não aquele que cometeu o crime”, destaca.  Ele observa que que até as canções do artista preso devem ser tocadas nas baladas, pois ainda assim agradam o público: “Como a galera vai deixar de ouvir as produções com participação de Ivis nas festas e eventos pelo Brasil? Por incrível que pareça, as redes sociais dele aumentaram o número de seguidores após as descobertas das agressões. Ao invés de parar de segui-lo nas redes sociais, muita gente começou a segui-lo e deseja conhecer o trabalho dele”, observa.

Assim, para manter seu trabalho em dia, muitos DJs precisam colocar para tocar as músicas de mais sucesso, mesmo que envolvam pessoas que cometeram esses delitos: “O público ainda irá pedir para tocar essas músicas nos eventos. Muitos ainda não conhecem o Ivis, e devido a tudo que aconteceu pedem para que as músicas dele sejam ao menos tocadas para conhecer e até reconhecer o trabalho dele. Não é nada legal dar este espaço infelizmente. Mas, se isso não for feito, a maioria dos DJs que tocam músicas mais populares terão a oportunidade de apresentar o nosso trabalho”, lamenta o artista.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.