Foto: Giro Serra

Sindicato dos Rodoviários convoca nova assembleia para definir se mantem ou se encerra greve

Segundo informações passadas pelos representantes da categoria, durante a madrugada, a greve se mantém até, pelo menos, a realização desta assembleia.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Petrópolis divulgou na manhã desta quinta-feira (7), um edital de convocação para reunir os trabalhadores da categoria em uma nova assembleia a ser realizada em sua sede, no Centro, as 13h. Segundo informações passadas pelos representantes da categoria, durante a madrugada, a greve se mantém até, pelo menos, a realização desta assembleia.

Durante todo o dia desta quarta-feira (6), os profissionais rodoviários mantiveram o estado de greve. Pela manhã, nenhum ônibus era visto circulando pelas ruas.

As garagens das cinco empresas que atendem a população de Petrópolis permaneceram fechadas. Alguns coletivos chegaram a sair para as ruas, mas foram recolhidos em seguida.

Manifestantes chegaram a se reunir no Terminal Rodoviário Imperatriz Leopoldina, a rodoviária do Centro, e seguiram em passeata até o cruzamento da Rua do Imperador e a Rua Paulo Barbosa. O trânsito ficou interrompido por algumas horas, mas a Guarda Civil conseguiu negociar a abertura parcial durante o manifesto.

Legitimidade da greve

Em nova decisão liminar do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), emitida nesta quarta-feira, foi definido que, caso a greve do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Petrópolis continue, a multa diária passará a ser de R$ 400 mil.

Para o TRT, a conduta do grupo de rodoviários é gravíssima, por se tratar de um ato ilegal, visto que as negociações continuam em andamento. De acordo com a desembargadora, presidente do TRT – 1ª região, Edith Maria Correa Tourinho, a postura adotada pela categoria é “gravíssima e atenta contra a dignidade do Poder Judiciário, causando prejuízo ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, pondo em risco a saúde e a segurança da população”

Por fim, em razão do descumprimento e a realização da greve ilegal, o TRT afirmou que “não hesitará em lançar mão de todos os instrumentos legais para fazer valer a decisão liminar”.

Ônibus intermunicipais

Apesar da greve dos rodoviários, que está acontecendo em Petrópolis desde o início desta quarta-feira (06), as empresas Trel, Única e Fácil, que realizam viagens para o Rio de Janeiro, seguem de forma normal.

As linhas Petrópolis x Rio e Rio x Petrópolis, que têm saídas diárias do Terminal Governador Leonel Brizola, a rodoviária de Petrópolis, e de hora em hora, permanecem com vendas de passagens regulares.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.