A sétima rodada do torneio infantil da Copa das Comunidades acontece na quadra do Montese, no próximo sábado (01.08). Serão disputados oito jogos de futebol society em três categorias: sub-11, 13, 15. As partidas devem reunir mais de 200 pessoas, entre atletas, comissão técnica e representantes das equipes. A competição infantil é disputada nos fins de semana sempre em um bairro participante diferente. A iniciativa conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer.

A equipe do Montese joga contra o Roseiral na categoria sub-11 e São Sebastião no 13. O Roseiral enfrenta o time da Estrada da Saudade no sub-13 e também no 15. O Siméria terá como adversário o Vital Brasil no sub-11 e no 15 o time do Siméria de Baixo. Vila Unida e Taquara encerram a rodada no jogo do sub-13. As partidas começam às 8h30 e seguem até 16h.

Ao todo, são mais de 500 pessoas envolvidas em 228 partidas até o final do torneio, contabilizando mais de 100 horas de atividades. A proposta dos organizadores é integrar os projetos sociais de futebol que acontecem nas comunidades. Todos os jovens que participam da Copa das Comunidades serão premiados ao final da competição com uma medalha pela participação.

“Além da experiência esportiva, a gente acredita na transformação da vida desses jovens através do futebol. A ideia é movimentar os bairros e motivar as crianças e adolescentes que participam de projetos sociais. Teve jovem dizendo que nunca havia saído do seu bairro e que conheceu um lugar novo graças ao torneio”, explica Fabian Oliveira, organizador da Copa das Comunidades.

No sub-11, a liderança do campeonato está com os meninos que representam o Chapa 4. Entre os jovens até 13 anos, a equipe do bairro São Sebastiao está em primeiro. No 15, o Vital Brasil é o time com maior de número de pontos. Hingo Hammes, superintendente de Esportes e Lazer, explica que a prefeitura quer fomentar a prática esportiva nos bairros e que a Copa das Comunidades também tem esse objetivo.

“Desde cedo, os jovens precisam ser estimulados a realizar algum esporte. A atividade esportiva é fundamental na prevenção de doenças, garantindo mais saúde e qualidade de vida, além de contribuir na formação do indivíduo. A iniciativa dos organizadores da Copa das Comunidades vai ao encontro do nosso objetivo, que é oferecer mais atividades físicas para a população, começando com as crianças e adolescentes”, afirma Hingo, lembrando que a prefeitura promove outras ações nas comunidades, como o Agita Petrópolis e o Festival das Comunidades.

“O apoio da prefeitura à competição demonstra que acreditamos no potencial dos atletas de Petrópolis, além de contribuir na formação pessoal. O esporte é uma ferramenta fundamental na inclusão social. Por isso estamos oferecendo, cada dia mais, as mais diversas modalidades nas comunidades da cidade”, completa o superintendente.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Crédito da foto: Divulgação / Ascom PMP