Alívio, essa é a palavra mais repetida entre jogadores, dirigentes e torcedores serranistas, após uma temporada problemática e abaixo das expectativas, o leão da serra consegui se manter na segunda divisão, superando as dificuldades do ano que parecia mais promissor e de briga pelas primeira colocações.

Na tarde de ontem, na Rua Bariri, estádio do Olaria, o time petropolitano entrava em campo necessitando vencer o Barcelona, rival direto na luta contra o descenso e torcer para que o Carapebus vencesse o Santa Cruz por um placar igual ou superior a dois gols de diferença, garantindo a permanência na penúltima rodada.

O Serrano jogou melhor que seu adversário e ainda contou com a vantagem de ter um jogador a mais, em função de Emerson ter sido expulso pelo lado do Barcelona, com isso o time teve espaço e marcou dois gols, com Romário e Marcelo Macedo, vencendo o jogo por 2 a 0 e no outro lado o Carapebus bateu o Santa por 2 a 0.

A combinação necessária para que o Serrano escapasse do rebaixamento ocorreu, com isso o time estará pelo terceiro ano seguido na segunda divisão estadual, semana que vem será realizado o último jogo do clube na temporada, no Atílio Marotti, contra o Artsul, que não tem maiores pretensões na competição.

A partida
Barcelona 0x2 Serrano – Taça Corcovado, 9ª rodada – 26/08/2018 às 15h
Estádio da Rua Bariri (Rio de Janeiro – RJ)
Árbitro: Carlos Eduardo Nunes Braga
Assistentes: Jackson Lourenço Massara dos Santos e Ricardo Nogueira da Silva
Barcelona: Fernando Cunha; Matheus Souza, Myckael, Matheus Nunes e Pedro Henrique; Marlon, Matheus Carvalho, Serginho (Juan, 31’/2ºT) e Adeildo (Patrick, 37’/2ºT); Emerson e Guilherme (Ronaldy, 11’/2ºT). Técnico: Wagner Andrade.
Serrano: Neguete; Foguete, Marlon (Zé Carlos, 39’/2ºT), Ricardo Lucena e Magdiel; Kauer, Ruan, Pedro Paulo (Juninho – intervalo) e Índio; Romário e Marcelo Macedo (Arthur Lopes, 41’/2ºT). Técnico: Alex Arruda.
Cartões amarelos: Marlon (BAR); Pedro Paulo e Ricardo Lucena (SER).
Cartão vermelho: Emerson, 16’/1ºT (BAR).
Gols: Romário, 16’/2ºT (0-1); Romário, 17’/2ºT (0-2).
Público: 200 pagantes (87 presentes)
Renda: R$ 1.600,00.
(imagem FERJ)