Semana abafada e com chuva no Sudeste

O alerta é para temporais em todo estado de São Paulo, em Minas Gerais e no sul do Rio de Janeiro, incluindo a capital

Na semana passada, muita chuva caiu sobre o Sudeste do Brasil por causa da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS). Nesta próxima semana, este sistema já perdeu força, no entanto, a semana ainda vai seguir instável em boa parte da Região.

Um sistema de baixa pressão atmosférica no oceano, que ainda se afasta lentamente pela costa do Sudeste, vai manter as nuvens carregadas em São Paulo , no Rio de Janeiro e no centro-sul, oeste e leste de Minas Gerais.

Nesta segunda, 14 de dezembro, o sol aparece intercalando com períodos mais nublados e o ar fica bastante abafado na Região. O alerta é para temporais em todo estado de São Paulo, no sul de Minas, Zona da Mata Mineira, Triângulo Mineiro e no sul do Rio de Janeiro, incluindo a capital. Belo Horizonte fica em atenção para chuva moderada a forte, especialmente entre a tarde e a noite.

A semana toda será parecida no Sudeste. O Espírito Santo e o norte de Minas continuam com predomínio de sol e com pouca ou nenhuma chuva. As áreas do centro-sul de Minas, o Rio de Janeiro e São Paulo vão seguir com o ar bastante abafado e com pancadas de chuva. Há condições para temporais isolados e, por isso, a situação é de atenção nestas áreas. A chuva pode provocar alagamentos e outros problemas à população.

Entre os dias 16 e 20 de dezembro há indicação de chuva volumosa para o interior de São Paulo e para as áreas de divisa entre Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Sobre a Climatempo

Com solidez de 30 anos de mercado e fornecendo assessoria meteorológica de qualidade para os principais segmentos, a Climatempo é sinônimo de inovação. Foi a primeira empresa privada a oferecer análises customizadas para diversos setores do mercado, boletins informativos para meios de comunicação, canal 24 horas nas principais operadoras de TV por assinatura e posicionamento digital consolidado com website e aplicativos, que juntos somam 20 milhões de usuários mensais.

Em 2015, passou a investir ainda mais em tecnologia e inovação com a instalação do LABS Climatempo no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP). O LABS atua na pesquisa e no desenvolvimento de soluções para tempo severo, energias renováveis (eólica e solar), hidrologia, comercialização e geração de energia, navegação interior, oceanografia e cidades inteligentes. Principal empresa de consultoria meteorológica do país, em 2019 a Climatempo uniu forças com a norueguesa StormGeo, líder global em inteligência meteorológica e soluções para suporte à decisão.

A fusão estratégica dá à Climatempo acesso a novos produtos e sistemas que irão fortalecer ainda mais suas competências e alcance, incluindo soluções focadas nos setores de serviços de energia renovável. O Grupo segue presidido pelo meteorologista Carlos Magno que, com mais de 35 anos de carreira, foi um dos primeiros comunicadores da profissão no país.

Fonte: Climatempo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também

Petrópolis recebe vacinas CoronaVac e Oxford/Astrazeneca do Governo Estadual

As doses de CoronaVac são destinadas à aplicação da segunda dose do esquema vacinal pendente. O lote de Oxford/AstraZeneca também deve ser usado exclusivamente para segundas doses, mas direcionadas ao grupo de pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente e outras pendências de segundas doses para essa vacina.