Enquanto os bastidores do Vasco da Gama fervem, com tantas notícias, ações judiciais e reviravoltas o time após pouco mais de 10 dias de treinamentos entrava em campo na noite de ontem, para enfrentar o Bangu, um dos times mais tradicionais do Rio, campeão carioca por duas vezes em 1933 e 1966.

Por causa de decisões judiciais que afetaram o funcionamento do clube, ao determinarem uma  ” regência trina ” no Vasco, ocorreram problemas de logística para a organização do jogo e venda de ingressos, por isso, na noite de ontem nenhum vascaíno pode acompanhar a estreia do time dentro da colina histórica.

Os cruz-maltinos treinador por Zé Ricardo, pressionaram o time banguense que melhor fisicamente, apostou nos contra-ataques para poder levar perigo ao gol defendido pelo uruguaio Martín Silva, no final do primeiro tempo Rodynei abriu o placar para o time da zona oeste e assim terminou o primeiro tempo, 1 a 0.

Em desvantagem, o Vasco teve que ir com tudo para tentar diminuir o prejuízo, no entanto, com o passar do tempo e a resistência da defesa adversária o time começou a sentir a parte física e os ataques adversários começavam a ficar cada vez mais perigosos, no final do jogo Anderson Lessa ampliou o marcador e assim terminou o jogo, Bangu 2×0 Vasco da Gama, na próxima rodada o Vasco receberá o Nova Iguaçu em casa, novamente de portões fechados, já o Bangu receberá em Moça Bonita a equipe do Volta Redonda, os dois jogos serão no domingo (21/01) ás 17 horas.

(imagem retirada do jornal O DIA )