Secretário faz vistoria em obras de contenção em Teresópolis

A obra no bairro do Salaco é emblemática para moradores da Região Serrana, após a maior tragédia climática do país, em 2011.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O secretário de Estado de Infraestrutura e Obras, Bruno Kazuhiro, esteve nesta segunda-feira (7), no bairro do Salaco, em Teresópolis, vistoriando as obras de contenção de encostas. Esta obra é emblemática para moradores da Região Serrana, após a maior tragédia climática do país, em 2011, quando centenas de pessoas morreram e várias cidades foram afetadas pelas chuvas.

Para Kazuhiro, a conversa com a comunidade durante o Governo Presente na Região Serrana, em janeiro, deixou claro que não há tempo a perder na reconstrução das áreas que foram afetadas. O governador Cláudio Castro, durante os três dias que esteve com seu secretariado na Serra, marcando os 10 anos da tragédia, deixou claro que a missão do estado é garantir segurança, moradias dignas e de qualidade para a população de áreas mais sensíveis.

“O governador Claudio Castro deixou claro que temos de correr para garantir mais qualidade de vida aos fluminenses. Estou acompanhando, pessoalmente, cada uma das obras, na tentativa de antecipar as entregas e poder levar tranquilidade a centenas de moradores que ainda sofrem quando percebem as primeiras nuvens de chuva. Temos de tirar essa impressão de insegurança dos moradores, entregando a eles obras de qualidade”, frisou o secretário.

A previsão de conclusão dessa encosta, composta de quatro áreas específicas, é para o final deste ano. Além das obras em si, será construída uma calçada e instalado meio-fio.

As obras de contenção de encostas e drenagem em Duas Pedras/Lazareto, Vila Nova e Floresta, em Nova Friburgo; e Feo/Espanhol e o projeto executivo para o bairro Caleme, em Teresópolis, já possuem recursos reservados e estão em licitação.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.