Giro Serra

Secretarias são mobilizadas para intensificar ações com população de rua em dias de passagem de frente fria

Também haverá campanha para recebimento de doações para animais.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Com a previsão de passagem de frente fria na Região Sudeste do Brasil nesta semana, entre os dias 28/7 e 30/7, a Prefeitura Municipal de Petrópolis mobiliza órgãos públicos para intensificar ainda mais as ações para acolhimento de pessoas em situação de rua. As secretarias de Defesa Civil e Ações Voluntárias e Assistência Social atuam para ampliar os pontos de alojamentos na cidade com a instalação de abrigos para o pernoite temporário em Itaipava. Há, ainda uma campanha para arrecadação de agasalhos e cobertores para este público e também para animais, esta última em conjunto com a Coordenadoria de Bem-Estar Animal. Quem puder também pode ajudar doando casinhas e camas para cães e gatos.

Os pontos de recolhimento das doações estão instalados nas sedes da Defesa Civil, na rua Buarque de Macedo – 128; da Cobea, na Avenida Koeler – 260; quartel do Corpo de Bombeiros da Barão, na Avenida Rio Branco, 1957 – Retiro; e no destacamento de Itaipava, na Estrada União e Indústria, 9998. Os interessados em doar cobertores, agasalhos e itens para os animais podem se dirigir aos locais no horário comercial. As secretarias de Segurança, Serviços e Ordem Pública (SSOP), de Obras e Comdep também atuam no apoio às ações.

No último domingo, a Defesa Civil emitiu alerta sobre a passagem da frente fria que afetará a cidade a partir desta quarta-feira (28), com a previsão de chuva de intensidade fraca a moderada, mas com rajada de vento forte, o que chama a atenção para possíveis destelhamento de edificações e queda de árvores. A incursão da massa de ar frio provocará ainda declínio na temperatura, que será acentuado na quinta (29) e sexta-feira (30). A máxima prevista é de 12°C e mínima de 4°C nas madrugadas e manhãs dos mesmos dias.

“Estamos atuando de forma preventiva para o melhor atendimento às pessoas de maior vulnerabilidade nesses dias em que teremos queda de temperatura acentuada. Quem estiver em situação de rua terá o acolhimento e não ficará exposto ao frio. Estamos com as equipes preparadas para o atendimento durante à noite, quando o frio se intensifica e ainda, orientar essa população com o suporte que for necessário pela rede de acolhimento do município”, pontuou o prefeito interino Hingo Hammes.

A ampliação do suporte às pessoas em situação de rua, que aceitarem o acolhimento, que pode se estender até o próximo sábado (31), será garantida pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias com a instalação de três barracas, com capacidade para oferecer 18 dormitórios seguros e aquecidos. Toda a estrutura, que segue o protocolo de segurança para a prevenção da Covid-19, receberá os suprimentos e contará com a equipe da Secretaria de Assistência Social. Além do ponto de emergência, montado especialmente para esta semana, o município mantém, de fora permanente, o Núcleo de Integração Social (NIS), além da Unidade de Atendimento Temporário (UnAT). Durante o dia, a população recebe todo o suporte necessário por meio do serviço do Centro Pop.

“Ter o reforço destas estruturas temporárias em Itaipava vai facilitar e agilizar o atendimento nos distritos. Esta união mostra que o olhar humano do governo para a população em situação de rua”, lembrou a secretária de Assistência Social, Rosane Borsato.

“Estas estruturas vão garantir o abrigo aquecido para essa população tão vulnerável e que estará ainda mais exposta nesses dias de frio intenso. Nossa equipe vai estar nas ruas orientando o deslocamento das pessoas em situação de rua para os abrigos. Alertamos ainda para a campanha de doação de agasalhos e cobertores que neste período faz muita diferença para as pessoas de maior necessidade”, destaca o secretário da Defesa Civil, o tenente-coronel, Gil Kempers.

Da mesma forma, foi pensado o atendimento para os animais de rua da cidade. Os cobertores e estruturas que possam servir de proteção para os animais serão distribuídos, pela equipe da Cobea, em pontos na cidade para o uso dos animais. “Tudo o que for recebido será utilizado em ações da coordenadoria e protetores pela cidade. Temos muitos animais que também precisam de ajuda, especialmente nestes dias mais frios”, finalizou João Valois, coordenador de Bem-Estar Animal.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.