A Secretaria de Saúde inicia nesta segunda-feira (19.02) novo protocolo de imunização contra Febre Amarela. Por determinação do governo do Estado, toda população acima dos nove meses de idade deve ser vacinada. A recomendação passa a valer para idosos, gestantes e mulheres que ainda estão amamentando com orientação e avaliação epidemiológica prévia do profissional de saúde da unidade que aplicará a vacina. A ação visa proteger a população devido à circulação do vírus da febreamarela em municípios vizinhos à Petrópolis.

Petrópolis conta com 82% da população já protegida contra a Febre Amarela, segundo dados da Vigilância Epidemiológica. O percentual subiu após o levantamento que avaliou as pessoas vacinadas no município desde 1998. Devido ao novo protocolo de imunização apresentado pelo Estado, há ainda aproximadamente 5 mil mulheres entre gestantes e que estão amamentando, além de 42 mil idosos que devem ser vacinados.

“Apesar de termos uma boa cobertura ainda há petropolitanos que não se vacinaram, mesmo com as doses disponíveis em 15 unidades. O novo protocolo estabelece que o município aumente essa cobertura. A vacina em Petrópolis garante a proteção para vida toda, não é fracionada e estamos trabalhando para levar mais uma vez as doses às famílias que moram em áreas de difícil acesso. Isso será feito em novas ações volantes”, explica o prefeito, Bernardo Rossi.

O novo protocolo passa a valer a partir desta segunda-feira dia (19.02) nas 15 unidades com rotina de vacinação. O município segue aplicando a dose única, de 0,5 ml, preconizada pela Organização Mundial da Saúde para proteção para a vida toda contra a doença.

“A população precisa se conscientizar que a melhor estratégia é a prevenção e sendo assim, a única forma de evitar a doença é se vacinando. Vamos capacitar as equipes e, com o apoio do Estado, implantar o plano de ação de Controle de FebreAmarela que será executado o quanto antes”, afirma o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

Idosos apoiam novo protocolo de imunização

Após o recesso de Carnaval, os idosos que procuraram a maior sala de vacina do município, o Centro de Saúde, nos dias 15 e 16 de fevereiro já puderam tomar a vacina pelo novo protocolo. O aposentado José Martins Silva, 61 anos, aprovou a implantação do novo sistema de imunização e procurou a unidade assim que a notícia foi divulgada.

“Eu nem sabia se poderia tomar hoje, vim me informar e ainda bem que já pude tomar a vacina. Para mim foi muito bom, pois gosto de fazer trilhas e caminhadas em matas e estava um pouco afastado por medo de pegar a doença e eu também viajo muito para as áreas que já tem circulação do vírus. Agora sei que vou estar protegido para vida toda”, afirmou.

O aposentado José Luiz Corrêa, 70 anos, foi com o filho tomar a vacina e também reforça a importância dos idosos se protegerem contra a febre amarela.

“Eu não tenho nenhum problema de saúde então assim que soube que estava liberado vim com o meu filho que também não tinha tomado. A prevenção é muito importante se podemos evitar pegar a doença é muito melhor se vacinar”, afirma.

Aconselhada pela família, Noemia Carvalho da Silva, 68 anos, também se imunizou como forma de prevenção.

“Lá em casa todo mundo tomou. Eu li a reportagem e vim aqui me informar e acabei já podendo tomar a vacina. Vou divulgar para os vizinhos para também se protegerem contra essa doença”, disse.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica do Estado, Gabrielle Damasceno, reforça que Petrópolis faz parte do grupo de municípios prioritários para imunização de toda a população. Ela destaca ainda a recomendação que, caso a pessoa visite alguma área de risco fazendo alguma trilha ou incursão na mata, por exemplo, faça uso de repelentes por até 10 dias após a aplicação da vacina – tempo necessário para a imunização fazer efeito no organismo.

“Vamos estreitar os laços com o município para auxiliar na implantação do Plano de Ação de Controle de Febre Amarela. A nossa meta é a prevenção, o que é fundamental em municípios cercados por áreas verdes. Os profissionais de saúde, tanto médicos quanto enfermeiros, também serão capacitados para o atendimento nas unidades de saúde”, afirma.

Contraindicação da vacina

A vacina possui contraindicações absolutas para os menores de nove meses, pacientes com imunossupressão (pessoas em tratamento de quimioterapia, radioterapia, ou com uso de corticoide, por exemplo), e pessoas soropositivas.

“Pessoas com mais de 60 anos, gestantes, mulheres que estão amamentando em todos os municípios devem se vacinar considerando o risco de adoecer a que estão submetidas. Hoje há circulação do vírus no estado então se deve considerar a vacinação. Se não houver contraindicação clínica, a recomendação é que se vacine toda a população de mais de nove meses de idade, incluindo gestantes, mulheres amamentando e pessoas com HIV cujo sistema imunológico não esteja comprometido”, afirmou o subsecretário de estado de Vigilância em Saúde, Alexandre Chieppe.

Confira a lista de contraindicação:

  • Crianças menores de nove meses de idade;
  • Pessoas com imunodeficiência primária ou adquirida (HIV Positivo);
  • Pessoas em tratamento com quimioterapia, radioterapia, corticoides;
  • Pessoas em uso de medicações anti-metabólicas ou medicamentos modificadores do curso da doença (Infliximabe, Etanercepte, Golimumabe, Certolizumabe, Abatacept, Belimumabe, Ustequinumabe, Natalizumabe, Canaquinumabe, Tocilizumabe, Ritoximabe entre outros terminados com MOMAB, XIMAB, ZUMAB ou UMAB;
  • Transplantados de órgãos e indivíduos com doença oncológica.
  • Pessoas que já apresentaram reação de hipersensibilidade grave ou doença neurológica;
  • Pessoas com história pregressa de doença de timo (miastenia gravis, timoma), Lúpus, Doença de Addison e Artrite Reumatoide;
  • Pessoas com doenças hematológicas que cursam com imunodeficiência (aplasia de medula, anemia aplástica).

Lista dos postos de Saúde e demais locais de vacinação:

*Atendimento de segunda a sexta-feira de 8h às 16h – Com intervalo de 1 hora de almoço

 

 

Funcionamento especial

  • UBS Retiro – Av. Barão do Rio Branco s/n – Horário de funcionamento de 13h às 19h