Secretaria de Saúde faz levantamento de casos de variantes do Sars-CoV-2 em Petrópolis

Estado informou dois casos confirmados e um suspeito, ainda em sequenciamento genético
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Secretaria municipal de Saúde, por meio de equipes do setor de Epidemiologia, está fazendo o levantamento de informações junto a duas famílias da cidade por conta de notificações do Estado referentes a variantes do Sars-CoV-2. O município foi informado sobre os casos pelo Estado nesta segunda-feira (08.03) e imediatamente acionou equipes da Epidemiologia para fazer contato com as famílias. Em um dos casos, a Secretaria de Estado de Saúde confirmou ao município a identificação da variante do tipo P2 em amostras de duas crianças de uma mesma família em Petrópolis. O terceiro caso está ainda em análise, sendo investigado pelo Estado por meio de sequenciamento genético.

Em contato com as equipes da Epidemiologia, ambas famílias relataram não terem saído do município. Em ambos casos, a suspeita é que parentes possam ter tido contato com pessoas de fora. Os dois casos confirmados são de irmãos de 7 meses. A família relatou ter recebido a visita de um parente do estado de Minas Gerais, no início do mês de janeiro. Dias depois, um familiar que tem contato com as crianças teve sintomas de Covid-19. Por conta disso, o material foi colhido e enviado para análise no dia 23 de janeiro e a confirmação para a variante P2 foi agora pelo Estado.

Na segunda família, cujo caso ainda está em análise, o material da criança, que tem cinco anos, foi colhido depois que parentes tiveram covid-19, no mês passado. O exame da criança foi colhido no dia 13 de fevereiro e a notificação apontando a suspeita de uma variante do Sars-Cov2 também foi enviada agora ao município.

As crianças não tiveram complicações, não precisaram de internação e passam bem.

O epidemiologista José Henrique Castrioto, que desde o início da pandemia acompanha a evolução dos casos na cidade, lembra que, o surgimento de variantes faz parte do processo dos vírus, mas frisa que é fundamental que a população respeite as orientações.

“Já estamos com quase um ano de pandemia. Sabemos que as pessoas estão cansadas. O surgimento de variante é um processo comum entre os vírus. Mas, mais do que nunca é fundamental que as pessoas respeitem as orientações e sigam à risca as medidas de prevenção que temos repetido desde o início da pandemia: lavar bem as mãos com água e sabão; usar álcool em gel quando sair de casa; usar máscaras o tempo todo; manter o distanciamento social, só sair de casa em caso de necessidade e sobretudo evitar as aglomerações” afirma o epidemiologista.

Restrições

Na semana passada, antes mesmos de a cidade receber informações sobre a presença de nova cepas na cidade, Petrópolis adotou medidas para tentar conter o contágio. “Estamos monitorando o tempo todo a situação da Covid-19 na cidade. Além das medidas restritivas, reativamos a UPA Vermelha, onde disponibilizamos mais 18 leitos. Estivemos no fim de semana no HNSA para cobrar que todos os leitos pactuados estejam disponíveis para internação imediata. Todos os esforços estão sendo feitos para que possamos atender aos petropolitanos, mas é importante que cada um faça sua parte para superarmos a Covid-19”, frisa o prefeito interino Hingo Hammes.

O secretário de Saúde Aloisio Barbosa da Silva Filho, destaca ainda que dentro das ações de combate a Covid-19, a secretaria está empenhada em acelerar a vacinação do público prioritário, especialmente os idosos. Depende, no entanto, do envio de mais doses de vacinas. “Temos uma preocupação grande com os idosos por conta da vulnerabilidade. Por isso não estamos medindo esforços para ampliar a vacinação deste público. Nesta terça (09/3) iniciamos a vacinação a partir dos 80 anos. A intenção é ampliarmos este público com a chegada de mais doses”, afirma o secretário de Saúde.

“É necessário que as pessoas mantenham as medidas de prevenção. Que usem máscaras, mantenham o distanciamento social, evitem as aglomerações e continuem seguindo à risca todas as medidas de prevenção. Precisamos muito da colaboração das pessoas”, destaca o secretário de Saúde.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.