Secretaria da Administração Penitenciária de São Paulo divulga tentativas de entrada de ilícitos nos presídios Duas visitantes foram flagradas com maconha escondida dentro de bojo de sutiã na Penitenciária “Valentim Alves da Silva” de Álvaro de Carvalho

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo informa sobre as diversas tentativas de entrada de ilícitos nos presídios de todo o estado no último fim de semana (16 e 17/12). Chama a atenção a quantidade de apreensões de drogas e celulares em alimentos, cigarros, além de uma inédita de agulhas enfiadas em cotonetes. Graças ao trabalho dos valores agentes, porém, nada disso entrou nas unidades prisionais do Estado.

Todo visitante flagrado tentando entrar com objetos proibidos como drogas e celulares é levado à Delegacia de Polícia local para registro de Boletim de Ocorrência e suspenso do rol de visitas. O preso que receberia o ilícito é isolado e responde a Procedimento Apuratório Disciplinar.

Visitante foi flagrada com maconha ao passar pelo procedimento de revista no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba

Capital
Foram duas ocorrências no fim de semana no Centro de Detenção Provisória de Vila Independência: no sábado, 16, companheira de preso da unidade foi surpreendida durante revista feito por meio do scanner corporal tentando entrar com um objeto introduzido em seu órgão genital contendo maconha e cocaína. Já no domingo, 17, durante o procedimento de revista na alimentação, agentes flagraram maconha em alimentação trazida por companheira de detento da mesma unidade.

Já no CDP I de Chácara Belém, no sábado, 16, uma visitante, companheira de preso da unidade, foi flagrada em revista por meio de scanner corporal com algo estranho nos genitais. Questionada, ela acabou retirando em local reservado um invólucro que continha maconha e cocaína.

Diadema
No domingo, 17, agentes do Centro de Detenção Provisória de Diadema, flagraram em dois bolos trazidos por companheira de preso da unidade dois aparelhos de telefonia celular sendo um aparelho comum e um aparelho tipo relógio.

Osasco
No domingo, 17, no CDP I “Ederson Vieira de Jesus” de Osasco, a mãe de preso da unidade foi surpreendida tentando entrar com um chip de telefonia celular camuflado dentro da sacola que acomodava a alimentação.

Franco da Rocha
Foram três apreensões em unidades de Franco da Rocha: duas na Penitenciária III (P III) José Aparecido Ribeiro” e uma na Penitenciária II (P II) “Nilton Silva” neste fim de semana. No sábado, 16, companheira de sentenciado da unidade foi surpreendida tentando entrar com maconha escondida na marmita. Após passar pelo scanner foi constatado que a mesma visitante possuía um invólucro introduzido no ânus, porém como ela conseguiu expelir sozinha, foi conduzida ao Pronto Socorro local. Outra companheira de outro preso da unidade também foi surpreendida tentando entrar na PIII portanto maconha também escondida na alimentação e em cigarros. Já na PII, no domingo, 17, companheira de preso foi flagrada pelo ao passar pelo scanner corporal da unidade com algum objeto introduzido em sua genitália. Ela foi conduzida ao Pronto Socorro local, onde foi confirmado a presença de um invólucro contendo maconha e cocaína.

Suzano
No domingo, 17, foram apreendidos no Centro de Detenção Provisória de Suzano 116,9 gramas de cocaína com uma visitante. Por volta de 12h10, a mulher, irmã de um preso, tentou entrar na unidade com um invólucro na genitália contendo entorpecentes. A agente responsável por analisar as imagens das revistas por scanner corporal notou algo estranho na mulher após ela ter passado pelo aparelho. A irmã do preso foi questionada e confessou que trazia invólucro com cocaína.

Taubaté
Ao vistoriar manualmente o pote com alimentação trazido por esposa de detento do Centro de Detenção Provisória “Dr. Félix Nobre de Campos” de Taubaté no último sábado, 16, agentes de segurança da unidade encontraram três porções de maconha, totalizando 35 gramas.

Sorocaba
No último sábado, 16, uma visitante foi flagrada com maconha ao passar pelo procedimento de revista no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba. De acordo com informações da unidade prisional, B. R. B. (34), companheira do detento S. A. da S., de 20 anos, foi surpreendida no momento da revista em sua sacola, onde foi encontrado um pacote de fumo, misturado com a droga. Agentes desconfiaram da mulher porque o pacote não tinha cheiro comum, mas de maconha. Ao ser questionada, a mulher disse ter recebido o produto de uma senhora que estava na fila para entrar entrar no CDP.

Aproximadamente 14 gramas de maconha estavam escondidas em bojo do sutiã de visitante

Álvaro de Carvalho
Na manhã de ontem, domingo (17), por volta das 09h30, uma visitante foi flagrada tentando adentrar a Penitenciária “Valentim Alves da Silva” de Álvaro de Carvalho com entorpecente escondido no sutiã. O fato ocorreu durante o procedimento de revista, quando uma das agentes de segurança que acompanhava a visitante sentiu um forte cheiro do ilícito maconha. Ao ser indagada, a mulher acabou confessando que carregava a droga no bojo do sutiã. O entorpecente pesava aproximadamente 131 gramas. A mesma tática foi usada por outra visitante na tarde de ontem. Por volta das 13h45, esposa de sentenciado tentou entrar na penitenciária portando material ilícito escondido no bojo do sutiã. O flagrante ocorreu no momento da revista de rotina, quando uma das funcionárias percebeu certo nervosismo da mulher. Quando indagada, ela acabou confessando que carregava maconha no sutiã. As agentes de segurança a levaram para um local separado e ela retirou de forma voluntária aproximadamente 14 gramas de maconha.

Serra Azul
Outro caso envolvendo droga nas partes íntimas ocorreu no sábado, 16/12, na Penitenciária I de Serra Azul. O flagrante foi por volta das 8h30 da manhã, quando a visitante, esposa de preso, passava pelo scanner corporal. O equipamento registrou um objeto desconhecido na calcinha da mulher. As agentes de segurança levaram a mulher para um local separado para revista e ela acabou retirando de forma voluntária das partes íntimas um absorvente contendo 50 gramas de cocaína.

Pacaembu
No último sábado, 16, Penitenciária “Ozias Lúcio dos Santos”de Pacaembu durante inspeção através do scanner corporal, foi detectado uma imagem suspeita em companheira de sentenciado da unidade. Indagada, ela disse estar com absorvente íntimo, foi pedido para que ela o trocasse. Este foi revistado, sendo encontrada uma porção de maconha.

Osvaldo Cruz
Durante revista da sacola pertencente a pai de reeducando da Penitenciária de Osvaldo Cruz, agentes verificaram que os bastões , tipo cotonetes, estavam rígidos. Ao submetê-los ao aparelho de Raio X, verificou-se que continham hastes metálicas camufladas (agulhas). O fato aconteceu no último sábado, 16.

Junqueirópolis
No domingo, 17, três mulheres foram flagradas tentando entrar com ilícitos na Penitenciária de Junqueirópolis: por volta das 11h40, durante o procedimento de revista por meio de scanner corporal, companheira de sentenciado foi flagrada com um invólucro oculto em suas partes íntimas com 233,6 gramas de cocaína. No mesmo dia, por volta das 11h45, outra companheira de outro preso, também submetida a revista por meio do scanner corporal, também possuía um invólucro oculto em suas partes íntimas, que continha 258,1 gramas também de cocaína. Mais tarde, outra visitante, porém desta vez mãe de outro sentenciado, também foi surpreendida pelo scanner com invólucro nas partes íntimas contendo 143,8 gramas de maconha e ainda 312,1 gramas de cocaína.

Pracinha
Visitante de sentenciado da Penitenciária de Pracinha acionou por duas vezes o detector de metais da unidade. Questionada, ela retirou espontaneamente em local reservado um invólucro de aproximadamente 11 centímetros, que aberto, continha em seu interior dois micro aparelhos de telefonia celular. O fato aconteceu no domingo, 17.

Presidente Bernardes
No sábado, 16, na Penitenciária “Silvio Yoshihiko Hinohara” de Presidente Bernardes, por volta das 10h, ao passar pelo procedimento de revista no scanner corporal, agentes notaram uma imagem estranha não identificada na genitália de companheira de sentenciado da unidade. Questionada, a mesma alegou que não havia nada introduzido, concordando em a ir até a Santa Casa local para realização de exames de raio x. Ao passar pelo exame, foi constatada a presença de invólucro introduzido nos genitais. A visitante acabou retirando-o de livre e espontânea vontade, sendo constatado que se tratava de maconha.

Lavínia
Foram duas ocorrências no domingo, 17, uma na Penitenciária I (P I) “Vereador Frederico Geometti”, outra na Penitenciária II (PII) “Luis Aparecido Fernandes”, ambas de Lavínia. Na PI, agentes encontraram em meio aos pertences trazidos por companheira de sentenciado da unidade pães recheados de maconha. Na PII, ao passar pelo aparelho de body scanne, esposa de sentenciado da unidade, o equipamento indicou materiais no bolso de sua calça. Solicitado para verificar os materiais, foi constatado que se tratava de 14 cigarros, que ao examinar continham maconha em dez deles.

Dracena
Ao revistar os pertences no interior de uma sacola plástica que continha maços de cigarros, trazidos por visitante de sentenciado da Penitenciária “ASP Adriano Aparecido de Pieri” de Dracena, agentes encontraram em seu interior um chip (cartão de memória) com capacidade de 2 GB. O fato aconteceu no domingo, 17.

Mirandópolis
No sábado, 16, na Penitenciária “Nestor Canoa” de Mirandópolis, durante revista realizada com o aparelho de Raio X no ”jumbo” de mãe de sentenciado da unidade, o funcionário que estava operando o equipamento teve êxito em visualizar e apreender no interior de um pote de alimentação, oito porções de massa epóxi ocultos em meio a lanches.

Fonte: Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.