© Reuters/direitos reservados®

Saúde detecta novas variantes da Covid-19 em Friburgo

Após a divulgação do estudo, a Secretaria Municipal de Saúde de Nova Friburgo informa que foram detectados sete pacientes no município com as novas variantes P.1 e B.1.1.7.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Um estudo recente conduzido pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, junto com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), fez o sequenciamento genético de amostras aleatórias para verificar novas variantes da Covid-19 em circulação no território fluminense. Na ocasião, houve a confirmação da circulação das linhagens P1, P2 e B.1.1.7, com predominância da P1 nesta terceira onda da pandemia no estado.

Após a divulgação do estudo, a Secretaria Municipal de Saúde de Nova Friburgo informa que foram detectados sete pacientes no município com as novas variantes P.1 e B.1.1.7. 

De acordo com a Subsecretaria Municipal de Vigilância em Saúde, vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, dos sete pacientes, são cinco homens e duas mulheres (com 31, 41, 44, 51, 58 e 73 anos de idade). Desses, seis foram acometidos com a variante P.1 e um com a variante B.1.1.7. Nenhum deles evoluiu para óbito e todos seguem sendo monitorados com investigação epidemiológica para acompanhamento. 

Até o momento, não há nenhuma evidência sobre a circulação de outra variante, como a indiana, na cidade. 

A Prefeitura de Nova Friburgo, através da Secretaria Municipal de Saúde, reforça o apelo para que todos façam a sua parte no enfrentamento à pandemia da Covid-19, adotando todas as proteções recomendadas pela autoridade de saúde. Use máscara sempre, higienize frequentemente as mãos com água e sabão ou utilize álcool gel e evite aglomerações, seja em ambientes fechados ou abertos.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.