Roteiros para viajar na história do Brasil Cidades coloniais no Rio e a Costa do Descobrimento na Bahia recontam o passado do país em meio a paisagens surpreendentes

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Um dos maiores prazeres de uma viagem é conhecer um pouco da história local, e o Brasil, com seu extenso território, oferece várias opções de destinos para quem quer aprender mais sobre o país. Aproveitando o clima de celebração de 7 de setembro, listamos roteiros para quem quer redescobrir o Brasil através do turismo.

Costa do Descobrimento, Bahia

Se em 1500, as caravelas de Pedro Álvares Cabral foram as primeiras a aportar na Bahia, hoje o destino é consagrado como uma das regiões mais belas e desejadas do país. Foi em Porto Seguro que a colonização no Brasil se iniciou. A rota pela Costa do Descobrimento, tombada como Patrimônio Natural Mundial pela Unesco,inclui o Marco do Descobrimento e o Museu de Porto Seguro e as paradisíacas Arraial D’Ajuda e Trancoso.

Para quem quiser mergulhar na história da cultura indígena da região, a Pousada Tutabel, em Trancoso, oferece a experiência de conhecer uma aldeia Pataxó. A visita é uma parceria com a Aldeia da Caldeira e conta com palestra, tour pelas ocas, degustação de peixe e a possibilidade de pernoite.

A exuberante Mata Atlântica, que surpreendeu os primeiros portugueses a chegar no Brasil, também pode ser observada na Reserva Particular do Patrimônio Natural Rio do Brasil, uma área de 975 hectaresrestaurada pelos proprietários da Pousada Tutabel. O Rio do Brasil foi o primeiro a ser mapeado no país, em 1502, e pode ser percorrido em um tour de caiaque.

A Pousada Tutabel é referência de luxo e serviço de qualidade no litoral baiano. Com localização privilegiada, a pousada fica em uma faixa de areia exclusiva da praia de Itapororoca e a alguns minutos do badalado Quadrado, o coração de Trancoso.

Cidades Históricas, Rio de Janeiro

Já o Rio de Janeiro, capital nacional entre 1763 e 1960, preserva as ruas de pedras e os casarões, que transportam os turistas a um passado distante.

Com a capital do Brasil sendo transferida de Salvador para o Rio de Janeiro, as cidades cariocas ganharam destaque. O clima ameno da região serrana conquistou Dom Pedro II, que coroou Petrópolis com um refúgio de verão para a corte portuguesa. O casarão hoje abriga o Museu Imperial e guarda relíquias do Segundo Reinado (1840-1889), como joias, móveis e documentos.

É também em um casarão construído em 1875 que está o Hotel Solar do Império. Logo na entrada, as imponentes colunas neoclássicas e os jardins surpreendem. O chá da tarde no restaurante Imperatriz Leopoldina e o café da manhã, servido a qualquer hora do dia, são um dos destaques. A localização privilegiada coloca alguma das principais atrações da cidade a uma pequena caminhada do hotel.

Paraty foi fundada em 1667 e rapidamente se tornou um polo econômico. A cidade se desenvolveu no entorno da Igreja de Nossa Senhora dos Remédios e ainda hoje preserva as construções que marcaram época, com ruas de pedras irregulares e casarios coloridos.

É ali no Centro Histórico que se destaca a Pousada Literária, hospedagem oficial da Flip, a maior festa literária nacional. A pousada tem um ambiente sofisticado e aconchegante, que se destaca entre os mais românticos do destino. São apenas nove suítes, 13 apartamentos e três vilas. Há ainda a possibilidade de se hospedar na Casa no Saco do Mamanguá, que fica ilhada em um braço de mar.

Cercada por uma densa mata, Paraty guarda trilhas abertas nos séculos 18 e 19 e que levam para inúmeras cachoeiras. A cidade também é ponto de partida para deliciosos passeios de barco em direção a ilhas e praias da região, como Trindade, Ilha do Araújo e Ilha dos Cocos.

Pertencendo ao mesmo grupo da Pousada Literária, a Fazenda Bananal, construída no século 17, pode completar a experiência em Paraty. Aberta recentemente para visitação, a Fazenda Bananal reconta a história dos diversos ciclos de produção no Brasil: desde a cana, o açúcar e a farinha de mandioca aos dias de hoje.

Com um olhar voltado para sustentabilidade, a Fazenda Bananal apoia o desenvolvimento da agropecuária sustentável para visitantes e agricultores familiares locais.Na atividade educacional, crianças e adultos aprendem sobre a importância da produção sustentável para a saúde e a proteção da natureza. Além de restaurar o casarão, o grupo responsável pela Fazenda Bananal se dedica ao reflorestamento da área de Mata Atlântica e já plantou cerca de 21 mil mudas desde 2015.

Sobre

Pousada Tutabel, Hotel Solar do Império, Pousada Literáriae Fazenda Bananal são operadas por um mesmo grupo, também responsável pela Pousada Tankamana, e se distinguem por oferecerem experiências autênticas e de charme, além de forte comprometimento com práticas sustentáveis e com as comunidades locais onde se encontram.

O grupo é fundador da Bee+Hive, ONG global lançada em 2017 e fortemente comprometida em fomentar um mundo melhor através do turismo sustentável. A associação promove hotéis de luxo, restaurantes e atrações que ofereçam atividades e experiências que beneficiem o meio-ambiente, a comunidade e a economia local.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.