A Rota Festival acontece em Três Rios entre os dias 9 e 11 de março O evento vai contar com expositores nas áreas de gastronomia, cervejas artesanais e arte, além de muita música e outras atrações

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Já tem data marcada o A Rota Festival, em Três Rios. O evento surgiu a partir da Feira É Agro, que passeia por cidades do interior do estado, e cresceu. Sendo assim, está de volta com tudo nos dias 9, 10 e 11 de março, na Praça São Sebastião, com expositores nas áreas de gastronomia, cerveja artesanal e arte. Isto tudo além de uma vasta programação cultural.

“Será um grande prazer estar nesta cidade que respira prosperidade, cuidado e investimentos para todos”, comenta a idealizadora do festival, Manuela Carreira.

A festa começa na sexta-feira, dia 9 de março, embalada pelo som dos DJs Riquelme e Felipe Carmo. Às 17h haverá uma apresentação circense com Mirian Reis e às 21h será a vez de Valentina Rocha e banda Midnigth Trio animarem o público presente. O grupo que vem sendo a sensação em shows pelo interior do estado surgiu a partir do convite do experiente Carlos Goulart, o Carlinhos Meninja, cantor e líder da banda, à jovem Valentina, tida como a mais nova revelação da música fluminense, depois de sua participação no programa global The Voice. Recentemente, a formação foi um dos destaques do Primeiro Festival dos Beatles, em Barra Mansa, e em Penedo já tem até público cativo, com apresentações frequentes. Fã de Amy Winehouse, Adele, Cássia Eller, Renato Russo, entre outros astros, Valentina é versátil, e passeia por diversos ritmos, desde MPB, por exemplo, ao pop rock nacional, atual e dos anos 80, e internacional. Seu talento se complementa com o de Carlos Meninja, especialista em Música Popular Brasileira.

No sábado, dia 10, os DJs Riquelme e Felipe Carmo voltam a animar A Rota. Para às 17h está marcada uma apresentação da Cia. de Dança Fragmento Contemporânea e às 21h quem se apresenta é a Banda Acústico A3, que surgiu no fim de 2008, na cidade de Três Rios, com os músicos Gustavo Cunha, (voz e violão), Tiago Cunha (bateria) e Juninho Hiote (baixo). Desde então, a banda mescla estilos como MPB, pop/rock, reggae nacional, sertanejo universitário, entre outros.

No domingo, dia 11, Riquelme e Felipe Carmos prometem continuar embalando a festa. Entre os destaques do dia está a Oficina Almoçando com o Barão, ministrada pelo chef Barão Vieira, que fará um Leitão a Pururuca ao vivo e haverá um sorteio para ver quem almoça com o Barão na Praça. Aproximadamente 30 pessoas serão contempladas. Às 17h Miriam Reis estará de volta com sua apresentação circense e às 19h terá apresentação da Camerata de Violão de Três Rios.

“A programação é ainda mais vasta. Em breve iremos divulgar todas as atrações do evento”, acrescenta Manuela Carreira, que fala sobre a presença do artista plástico Ivan Pinto nos três dias de evento.

“O currículo deste artista é tão extenso que é um enorme prazer tê-lo pintando ao vivo no A Rota Festival”, disse a organizadora.

Ele iniciou a carreira em 1969, trabalhou no antigo Cruzeiro, ganhou troféu Varig com uma série de obras vendidas pela Suíça, França, Japão, Portugal e USA. É ainda autor de obras que ilustram várias capas de obras literárias nacionais e internacionais. Ivan Pinto estará ao vivo no festival nos dias 9, 10 e 11.

Quem também fará participação ao vivo no evento durante os três dias é o pintor Antonio Carlos com seus casarios surpreendentes.

“Na verdade quero remeter às feiras de Paris, que exalam cultura. As de Montmartre, por exemplo, que têm pintores com seus cavaletes e tintas pintando ao vivo e vendendo suas obras na praça”, explica Manuela, que está feliz por estar levando o A Rota para Três Rios.

“É uma jovem cidade, de 79 anos, com pouco mais de 110 mil habitantes e nos últimos tempos apresentou um grande crescimento econômico. Em 2009, haviam apenas 20 indústrias por lá e até 2017 esse número passou para 180, alcançando assim o ranking de 3º lugar de receita líquida em todo Estado, gerando empregos diretos e indiretos”

Só nestes últimos 11 meses, 10 novas indústrias chegaram à cidade e dois novos hotéis abriram as portas.

“Três Rios, como dizia Jucelino Kubitscheck, é a esquina do Brasil, por estar entre grandes centros como São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro”, conclui Manuela Carreira.

Mais informações sobre A Rota Festival podem ser consultadas na página www.facebook.com/feiraseagro.

Fonte: A Rota Festival

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.